sicnot

Perfil

País

Cavaco nomeia investigadora Elvira Fortunato presidente das comemorações do 10 de Junho

O Presidente da República nomeou hoje a investigadora Elvira Fortunato para presidente da comissão organizadora das comemorações do Dia de Portugal, que este ano terão como sede a cidade de Lamego.

LUSA

"O Presidente da República, por despacho hoje assinado, nomeou como presidente da comissão organizadora das comemorações do Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas, que em 2015 terão a cidade de Lamego como sede, a Prof. Doutora Elvira Maria Correia Fortunato", lê-se numa nota divulgada no 'site' da Presidência da República.

A professora catedrática da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa vai assim suceder a Silva Peneda, que irá abandonar o cargo de presidente do Conselho Económico e Social no final do mês para ir desempenhar funções, em Bruxelas, como conselheiro especial do presidente da Comissão Europeia.

Silva Peneda esteve dois anos, 2013 e 2014, à frente da comissão organizadora das comemorações do 10 de Junho.

Em 2012, o presidente da comissão foi Sampaio da Nóvoa, que sucedeu a António Barreto, que presidiu à comissão entre 2009 e 2011.

Entre 1998 e 2008, a Comissão Organizadora das Comemorações do 10 de Junho foi presidida por João Bénard da Costa.

Lusa

  • Curiosidades sobre o Mundial da Rússia
    3:08
  • Inocência e talento marcaram o 9.º dia de Mundial
    0:56
  • Ronaldo no País dos Sovietes: Algumas curiosidades
    1:54
  • O choro intenso de Neymar explicado pelo próprio
    0:51
  • A queda aparatosa do selecionador do Brasil
    0:05
  • Dia de limpezas em Chaves após violenta tempestade
    2:44
  • Athanasia, uma mulher sem medo das alturas
    0:35

    Mundo

    É grega, chama-se Athanasia Athineau, tem 29 anos e pertence à unidade de forças especiais da Grécia. O salto que podemos ver é de 10 mil pés, mas Athanasia faz também saltos de 30 mil. Neste caso, caíu a uma velocidade de 250 quilómetros por hora antes de abrir o pára-quedas.

  • Talheres de Hitler vendidos por 14 mil euros

    Mundo

    Um conjunto de duas facas, três colheres e três garfos de prata, que pertencia a Adolf Hitler, foi vendido em Dorset, Inglaterra, pelo valor de 12.500 libras (aproximadamente 14.200 euros). O serviço de talheres foi criado no âmbito das celebrações do 50.º aniversário do ditador nazi.

    SIC