sicnot

Perfil

País

Barras de S. Martinho do Porto e Esposende fechadas devido à agitação marítima

De acordo com a Marinha portuguesa, as barras de São Martinho do Porto e Esposende estão fechadas à navegação e as da Póvoa de Varzim e de Vila do Conde estão condicionadas.

"O infortúnio de uns foi a nossa sorte", referiu o presidente da Câmara de Esposende (Arquivo Lusa)

"O infortúnio de uns foi a nossa sorte", referiu o presidente da Câmara de Esposende (Arquivo Lusa)

LUSA

A barra de Vila do Conde está condicionada e a Marinha aconselha as embarcações até 12 metros de comprimento e/ou calado inferior a dois metros a praticarem a barra no período compreendido entre as duas horas antes e duas horas após a preia-mar.

As embarcações com comprimento superior a 12 metros e/ou calado superior a dois metros, apenas podem praticar a barra de Vila do Conde no período da preia-mar.

A barra marítima da Póvoa do Varzim está aberta a embarcações com calado superior a dois metros, duas horas antes e duas horas depois da preia-mar, devido à previsão de agitação marítima.

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) prevê para hoje na costa ocidental ondas de noroeste com 2 a 2,5 metros, diminuindo para 1,5 a 2 metros.

Na costa sul prevê-se ondas de sudoeste com 1 metro, passando a ondas de sueste com 1 a 2 metros a partir do meio da manhã.


Lusa
  • Advogados de Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático
    2:13

    Operação Marquês

    Os advogados de José Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático e garantem que o antigo primeiro-ministro nunca favoreceu Ricardo Salgado ou o Grupo Espirito Santo. Segundo o Expresso, o presidente da Escom, Helder Bataglia, terá admitido que Ricardo Salgado utilizou uma conta bancária do empresário, na Suíça, para passar 12 milhões de euros a Carlos Santos Silva, alegadamente para o amigo José Sócrates.

  • Marine Le Pen diz que Brexit terá efeito dominó na UE
    0:39

    Brexit

    Marine Le Pen diz que o Brexit vai ter um efeito dominó na União Europeia. Durante um congresso da extrema-direita, a lider da Frente Nacional francesa afirmou que a Europa vai despertar este ano em que estão marcadas eleiçoes em vários países, como a Alemanha e a Holanda.