sicnot

Perfil

País

Jornal do Fundão era dos mais visados pela censura

41 anos/25 abril

Jornal do Fundão era dos mais visados pela censura

24 de abril de 1974 foi o último dia da censura em Portugal. O temível lápis azul amputou ideias, opiniões e notícias em toda a imprensa nacional. No Fundão, o jornal local foi um símbolo da resistência possível às ordens do regime. Foi também o único jornal suspenso pelos censores.

  • Notícias sobre emigração eram proibidas nos tempos da censura
    1:37

    País

    A emigração esteve na ordem do dia, junto da classe política. Porque Pedro Passos Coelho disse, em tempos, que os portugueses deviam emigrar, porque a oposição criticou duramente as declarações do primeiro-ministro e porque o Governo elaborou recentemente um plano de apoio ao regresso dos emigrantes. Mais de 200 mil portugueses terão saído do país durante a vigência do atual Governo. Hoje fala-se do tema com plena abertura mas, na década de 60 e até ao final da censura, falar de emigração era praticamente tabu na imprensa portuguesa.

  • Censores cortaram artigo sobre livro de Manuel Alegre em maio de 1965
    1:48

    País

    Há 50 anos, em plena época do "lápis azul", Manuel Alegre lançava "Praça da Canção", o livro que, de alguma forma, antecipava a Revolução de Abril. "País de Abril" foi justamente um dos poemas incluídos na primeira edição. A notícia que esta sexta-feira se assinala foi proibida pela censura no "Jornal do Fundão", em maio de 1965.

  • Primeiro eclipse solar 100% visível nos EUA em 38 anos
    0:40
  • "É muito importante que os EUA mostrem determinação política e militar"
    0:50

    Mundo

    Os exércitos da Coreia do Sul e dos Estados Unidos iniciaram hoje as manobras anuais numa altura marcada pela recente escalada de tensão entre Pyongyang e Washington. Para Miguel Monjardino, comentador da SIC, estes exercícios militares são encarados como uma provocação para a Coreia do Norte. Monjardino defende que é importante que os EUA mostrem determinação no atual clima de tensão nuclear.

  • Campanha eleitoral em Angola chega hoje ao fim

    Mundo

    Os candidatos às eleições gerais angolanas de quarta-feira terminam hoje um mês de campanha, com milhares de quilómetros percorridos, uma breve aparição de José Eduardo dos Santos e as possíveis coligações em destaque.

  • China prepara-se para inaugurar comboio mais rápido do mundo
    1:08
  • Morreu o rei da comédia
    2:08

    Cultura

    Um dos grandes nomes do humor norte-americano morreu ontem, aos 91 anos. Jerry Lewis era comediante, ator, argumentista, cantor e realizador. Considerado o rei da comédia, Lewis influenciou diferentes gerações de comediantes e foi defensor de várias causas humanitárias, entre as quais a distrofia muscular.

  • A insólita entrevista de Jerry Lewis que se tornou viral
    2:39

    Cultura

    Jerry Lewis concedeu no início deste ano uma entrevista insólita que se tornou viral nas redes sociais. O comediante decidiu, pura e simplesmente, não colaborar com o entrevistado. Lewis tinha na altura 90 anos e continuava a trabalhar, tendo participado no filme "Max Rose", em 2016.