sicnot

Perfil

País

Oito reclusos hospitalizados em Castelo Branco estão em perigo de vida

Oito reclusos do estabelecimento prisional de Castelo Branco, que foram hoje hospitalizados com sintomas de intoxicação, correm perigo de vida, informou o presidente do Conselho de Administração da Unidade Local de Saúde (ULS).

"O estado é grave, sendo imprevisível o seu desenvolvimento durante algumas horas. É evidente que correm perigo de vida", disse o presidente da ULS de Castelo Branco, Vieira Pires.

O médico e presidente da ULS de Castelo Branco falava aos jornalistas durante uma conferência de imprensa para fazer o ponto da situação dos reclusos que deram entrada com sintomas de intoxicação no serviço de urgência do Hospital Amato Lusitano (HAL).

Segundo este responsável, deram entrada no serviço de urgência do HAL oito reclusos que apresentavam sintomatologia compatível com ingestão ou inalação de "algo estranho" que, até ao momento, ainda não foi possível identificar. 

"Foi feita colheita de sangue para sabermos que tipo de substância se tratava, mas será uma substancia que, juntamente com alguns medicamentos que estariam a tomar, lhes trouxe uma série de sintomas estranhos e desagradáveis que alertou os guardas prisionais e a enfermeira, pelo que se dirigiram ao serviço de urgência", adiantou.

O diretor clínico do HAL, Rui Filipe, explicou que neste momento a equipa dos cuidados intensivos (CI) da unidade hospitalar foi reforçada.

"Todos correm perigo de vida. Dos oito [reclusos] há cinco mais instáveis, mas todos eles estão em estado crítico", disse.

Questionado sobre o tipo de substâncias que causaram esta intoxicação, o diretor clínico do HAL explicou que neste momento, "de modo sério e profissional, não se pode confirmar que foi a ketamina. Não podemos excluir que existam outras drogas associadas".

Este responsável adiantou que foram feitas análises no laboratório do HAL, cujo resultado foi "positivo para cannabis e benzodiazepinas". "O resto foi para os laboratórios competentes".

Os oito reclusos são todos do sexo masculino e têm idades entre os 24 e 53 anos e estão todos a ser acompanhados pelos cuidados intensivos.


Lusa
  • Oito reclusos de cadeia de Castelo Branco hospitalizados em estado grave
    2:38

    País

    Os 8 reclusos foram encontrados inconscientes em dois momentos e em duas celas diferentes, numa cadeia de Castelo Branco. Ao que a SIC já conseguiu apurar em paragem cardio-respiratória e o estado de saúde ainda inspira cuidados. As autoridades estão agora a tentar perceber como é que este tipo de substância que não existe nas enfermarias das prisões entrou na cadeia de Castelo Branco. A resposta pode estar no fim da greve dos guardas prisionais como nos explica a repórter da SIC Madalena Ferreira.

  • As primeiras decisões do Presidente Trump
    1:39
  • "Há sobretudo um fosso entre o discurso que Trump faz e os de Obama"
    6:13

    Opinião

    Cândida Pinto e Ricardo Costa analisaram a tomada de posse de Donald Trump. O diretor de informação da SIC disse que o discurso de Trump "mexe com a sua base de apoio" e defende que "a grande questão não vai ser a relação com a Rússia, mas sim com a China". Já a Editora de internacional disse que o discurso foi "voltado para dentro, nacionalista, partidarista, com ataque à elite de Washington".

    Ricardo Costa e Cândida Pinto

  • Celebridades protestam contra Trump
    3:00

    Mundo

    Tem sido assim desde a campanha e continua. Grande parte da comunidade de artistas não está nada contente com o Presidente eleito. Vários artistas aproveitaram o dia da tomada de posse para se reunirem em Nova Iorque e protestarem contra Donald Trump.

  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.

  • Cantora brasileira conhecida pela "Lambada" terá sido assassinada
    1:25

    Mundo

    Terá sido assassinada a cantora brasileira conhecida em Portugal pela "lambada", um ritmo que marcou o fim dos anos 90. Foi encontrada carbonizada dentro do próprio carro depois de assaltada em casa. Três suspeitos suspeitos do homicídio da cantora Loalwa Braz foram já detidos.