sicnot

Perfil

País

Condutor do veículo que matou cinco peregrinos teve alta hospitalar

O homem de 24 anos que teve hoje alta do hospital de Coimbra é o condutor do automóvel envolvido num despiste em Condeixa, que provocou a morte de cinco peregrinos, disse a assessora do Centro Hospitalar.

PAULO NOVAIS

O condutor do automóvel foi um dos feridos hospitalizados na sequência do acidente, mas apenas tinha algumas escoriações, não tendo sido necessário ficar internado.

No hospital, mantém-se quatro peregrinos, três nos Hospitais da Universidade de Coimbra e um no Hospital Pediátrico, tendo-se o seu estado de saúde "mantido inalterado" ao longo da tarde de hoje, adiantou a assessora Salomé Marques.

Entre os doentes referidos pelo hospital, encontra-se "uma mulher de 23 anos, com fraturas dos membros inferiores e de um membro superior", bem como um homem de 71 anos e outro de 64, ambos "politraumatizados".

Deram entrada no hospital, seis feridos, um dos quais - um jovem de 17 anos - acabou por morrer, elevando para cinco o número de mortos entre o grupo de cerca de 80 peregrinos de Mortágua.

O grupo dirigia-se para Fátima pelo IC2 e foi vítima de atropelamento em Cernache, Coimbra, cerca das 04:00, após o despiste de um automóvel que seguia no sentido Coimbra/Condeixa.

De acordo com o destacamento de trânsito de Coimbra da GNR, as cinco vítimas mortais do grupo de peregrinos - que seguia a pé no mesmo sentido do automóvel, mas na faixa contrária - têm entre os 17 e os 53 anos.

Lusa
  • Este texto é sobre o bom senso. O bom senso que faltou a Passos Coelho quando, esta manhã, depois de uma visita pelas áreas ardidas de Pedrógão Grande, decidiu falar em suicídios. Passos não se referiu a tentativas, mas sim a atos consumados. Deu certezas. Disse que tinha conhecimento de “pessoas que puseram termo à vida” porque “que não receberam o apoio psicológico que deviam.”

    Bernardo Ferrão

  • Simplex+2017 promete simplificar burocracia
    1:08

    País

    Já está online o novo Simplex+2017, que vai simplificar a vida dos cidadãos, empresas e administração pública. Pagar impostos com cartão de crédito e ter o cartão de cidadão ou a carta de condução no telemóvel são alguns exemplos do que está previsto.

  • Homem fala ao telefone com o filho que pensava estar morto

    Mundo

    Um norte-americano que tinha estado presente no funeral do filho recebeu, 11 dias depois, uma chamada telefónica de um homem que o pôs em contacto... com o filho que havia enterrado semana e meia antes. Tudo por causa de um erro do gabinete de medicina legal.