sicnot

Perfil

País

Catorze regiões do país com risco muito alto de exposição à radiação ultravioleta

Catorze regiões do país apresentam hoje risco muito alto de exposição à radiação ultravioleta (UV), informou o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

© Max Rossi / Reuters


De acordo com o IPMA, Beja, Bragança, Évora, Faro, Guarda, Lisboa, Penhas Douradas, Portalegre, Sagres, Santarém, Setúbal, Sines, Vila Real e Santa Cruz das Flores, nos Açores, estão hoje com risco muito alto de exposição à radiação ultravioleta (UV).

O IPMA adiantou ainda que as regiões de Aveiro, Braga, Castelo Branco, Coimbra, Funchal, Leiria, Porto, Horta, Porto Santo e Viseu apresentam hoje níveis altos de exposição à radiação UV.

Para as regiões com níveis muito altos e altos, o IPMA recomenda o uso de óculos de sol com filtro UV, chapéu, 't-shirt', guarda-sol, protetor solar e evitar a exposição das crianças ao sol.

De acordo com o IPMA, a radiação ultravioleta pode causar graves prejuízos para a saúde se o nível exceder os limites de segurança, sendo que o índice desta radiação apresenta cinco níveis, entre o baixo e o extremo, com onze.

O IPMA prevê para hoje no continente céu geralmente muito nublado por nuvens altas, apresentando-se pouco nublado na região sul e aumentando gradualmente de nebulosidade no litoral norte e centro a partir do final da tarde.

A previsão aponta ainda vento fraco, soprando fraco a moderado de noroeste no litoral oeste a sul do cabo Mondego durante a tarde, possibilidade de ocorrência de neblina ou nevoeiro matinal em alguns locais do litoral a norte do cabo Raso.

O IPMA prevê ainda uma pequena subida da temperatura mínima e descida da máxima nas regiões do litoral norte e centro.

Em Lisboa as temperaturas vão oscilar entre 18 e os 33 graus Celsius, no Porto entre 17 e 21, em Bragança entre 14 e 29, em Viseu entre 16 e 27, em Castelo Branco entre 18 e 34, na Guarda entre 17 e 29, em Portalegre entre 21 e 37, em Évora entre 14 e 37, em Beja entre 17 e 41, em Faro entre 20 e 29, em Coimbra entre 15 e 28 e em Santarém entre 14 e 34.


  • Benefícios fiscais trouxeram a Portugal 10 mil estrangeiros em 2015

    Economia

    Os benefícios fiscais em Portugal atraíram mais de 10 mil estrangeiros no ano passado. A maioria vem com o estatuto de residente não habitual, que dá isenção total de IRS aos reformados por dez anos e 20% de isenção no imposto para profissionais que estiverem ligados a atividades de valor acrescentado como Psicologia, Investigação ou Medicina.

  • Trump e os jornalistas: uma relação (su)rreal
    2:08
  • Novo campo de refugiados construído em Mossul

    Mundo

    Um novo campo de refugiados foi construído em Mossul, no Iraque. Com cerca de 4 mil tendas, foi construído durante 45 dias para albergar os deslocados que se prevê que aumentem com a atual ofensiva militar na zona ocidental da cidade.