sicnot

Perfil

País

Buscas em escritório de advogado em Lisboa no âmbito da operação Marquês

A operação Marquês voltou a Lisboa. Desta vez, foram feitas buscas num escritório de um advogado. As buscas desta quinta-feira estão relacionadas com as que foram feitas a semana passada, ao empreendimento Vale do Lobo, em Almancil.

Em 2006, a Caixa Geral de Depósitos comprou 25% do capital do empreendimento Vale do Lobo por 500 milhões de euros. Um ano depois, fez uma parceria com a Lena Construções para a construção de imobiliário. (Arquivo)

Em 2006, a Caixa Geral de Depósitos comprou 25% do capital do empreendimento Vale do Lobo por 500 milhões de euros. Um ano depois, fez uma parceria com a Lena Construções para a construção de imobiliário. (Arquivo)

SIC

Em 2006, a Caixa Geral de Depósitos comprou 25% do capital deste empreendimento por 500 milhões de euros. Um ano depois, fez uma parceria com a Lena Construções para a construção de imobiliário.

Este negocio está na mira do Departamento Central de Investigação e Ação Penal do Ministério Público, que investiga a operação Marquês. 

O advogado, que agora foi alvo de diligências, foi representante legal de alguns administradores do grupo Vale do Lobo, em escrituras relacionadas com investimentos feitos pela Caixa Geral de Depósitos naquele empreendimento.
  • "Os governos são diferentes mas o povo é o mesmo"
    0:45

    Economia

    O Presidente da República atribui o resultado do défice do ano passado ao espírito de sacrifício do povo português. Num jantar em Coimbra para assinalar o Dia do Estudante, Marcelo Rebelo de Sousa considerou ainda que o valor do défice de 2016 é a prova de que com governos diferentes conseguem-se os mesmos objetivos.

  • Recuo na saúde é primeira derrota de peso para Donald Trump
    1:18

    Mundo

    O Presidente norte-americano sofreu esta sexta-feira uma derrota de peso. O líder da Câmara dos Representantes retirou a proposta do plano de saúde de Trump, que se preparava para um chumbo na câmara baixa do Congresso. Para já, mantém-se o Obamacare.

  • Pai do piloto da Germanwings defende inocência do filho

    Mundo

    O pai de Andreas Lubitz declarou esta sexta-feira que o filho não é o responsável pelo embate do avião da Germanwings contra um local montanhoso, que fez 150 mortos. O Ministério Público alemão concluiu em janeiro que o incidente em 2015 foi apenas da responsabilidade do piloto.