sicnot

Perfil

País

Portugal vai aquecer este fim de semana

As temperaturas máximas vão subir oito graus Celsius a partir de sábado, em especial nas regiões do Alentejo, Lisboa e Vale do Tejo, disse à agência Lusa Ricardo Tavares, do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

© Max Rossi / Reuters

De acordo com Ricardo Tavares, para hoje prevê-se céu pouco nublado, vento fraco a moderado do quadrante norte e moderado a forte, por vezes com rajadas da ordem dos 70 quilómetros por hora no litoral oeste e nas terras altas.

"Hoje vamos ter uma descida da temperatura mínima, em especial no interior na ordem dos 2 a 5 graus e uma pequena subida da máxima na região do norte e interior centro na ordem dos dois a quatro graus", afirmou.

Segundo o meteorologista, no sábado o estado do tempo muda, prevendo-se temperaturas acima dos 30 graus em Lisboa e Vale do Tejo, Alentejo e Algarve.

"A tendência é para que esta situação se mantenha no domingo", disse, adiantando que estão previstos 33 graus em Beja e Setúbal, 32 em Santarém, 31 em Lisboa, Évora e Beja e no resto do país vão entre os 25 e os 30.

Ricardo Tavares disse ainda que a tendência a partir de segunda-feira é para uma descida das temperaturas.

  • Fogo em Sabrosa entrou em fase de resolução

    País

    O incêndio que deflagrou terça-feira em Vilela do Douro, Sabrosa, distrito de Vila Real, entrou a meio da manhã de hoje em fase de resolução, segundo a Autoridade Nacional de Proteção Civil.

  • Governo garante reforço das verbas para defesa da floresta até ao fim do ano
    2:37

    País

    O Governo rejeitou centenas de candidaturas com projetos para a prevenção de incêndios florestais, por falta de verbas. Perante a situação, o Bloco de Esquerda questionou o Ministério da Agricultura sobre as reprovações. Contudo, contactado pela SIC, o ministro Capoulas Santos garantiu que o programa de desenvolvimento rural está a ser reajustado e, até ao final do ano, está previsto o reforço de verbas.

  • Porto Editora acusada de discriminação
    2:55
  • "Burlão do amor" acusado de tirar 450 mil euros a amante
    2:21

    País

    Um homem com cerca de 50 anos é acusado de tirar 450 mil euros a uma mulher com quem começou por ter uma relação profissional. Ele pedia, ela emprestava. Anos depois, ela ficou insolvente, com dívidas à banca de 214 mil euros e sem emprego. O homem é arguido, nega a relação amorosa entre ambos, mas admite ter recebido dinheiro dela. Garante, no entanto, que tenciona pagar o que deve.