sicnot

Perfil

País

Suspeito de homicídio em Benfica foi identificado e tem 40 anos

O suspeito de ter morto a tiro um homem, na segunda-feira à noite, dentro de um estabelecimento comercial em Benfica, tem 40 anos e foi identificado por 12 pessoas, disse à Lusa fonte da PSP.

SIC

A mesma fonte acrescentou que a Polícia Judiciária tomou conta da ocorrência, depois de a PSP ter sido chamada ao local onde ocorreu o homicídio cerca das 20:45 de segunda-feira.

De acordo com uma das testemunhas, disse a PSP, o homem de 40 anos entrou no estabelecimento em Benfica, onde pediu um café, tendo sido servido e voltado a sair do local. 

Momentos depois, após ter ido à sua viatura, de acordo com as várias testemunhas, voltou a entrar no restaurante/pastelaria, dando a entender que teria algo no bolso do casaco que vestia e pediu novo café.

Depois, adiantou a PSP, a empregada virou-se para tirar o café e ouviu o som de um disparo, fugindo depois para a cozinha à procura de um refúgio, a partir de onde ouviu mais disparos, que atingiram mortalmente a vítima.

No local esteve uma ambulância do INEM e outra Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) do Hospital de Santa Maria, que tentaram reanimar o ferido, mas o óbito veio a ser declarado pelas 21:42.

A vítima, de 47 anos, era funcionário do estabelecimento.

A fonte policial disse à Lusa que o autor dos disparos se pôs em fuga e que até ao momento não foi detido, apesar de estar identificado e de testemunhas terem anotado a matrícula do carro em que fugiu.

  • Autarca garante que não houve "touros de fogo"

    País

    O presidente da Câmara de Benavente disse esta segunda-feira à Lusa que a atividade "touros de fogo" foi retirada do programa da Festa da Amizade depois de recebido um parecer desfavorável da Direção-Geral de Veterinária.

  • Presidente do Brasil formalmente acusado de corrupção

    Mundo

    O Procurador-Geral da República do Brasil apresentou na noite de segunda-feira ao Supremo Tribunal Federal uma denúncia contra o Presidente Michel Temer e o ex-deputado Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR) pelo crime de corrupção passiva.

  • Reconquista de Mossul ao Daesh pode estar para breve
    1:27
  • Homem fala ao telefone com o filho que pensava estar morto

    Mundo

    Um norte-americano que tinha estado presente no funeral do filho recebeu, 11 dias depois, uma chamada telefónica de um homem que o pôs em contacto... com o filho que havia enterrado semana e meia antes. Tudo por causa de um erro do gabinete de medicina legal.