sicnot

Perfil

País

Faltaram sete milhões de embalagens de medicamentos nas farmácias em janeiro

A maioria dos utentes já teve dificuldade de acesso a medicamentos na farmácia, onde só em janeiro de 2015 faltaram sete milhões de embalagens, revelou hoje a Associação Nacional das Farmácias (ANF).

© Srdjan Zivulovic / Reuters

Falando na Comissão Parlamentar de Saúde sobre "o momento atual" e o "futuro das farmácias", o presidente da ANF, Paulo Duarte, revelou que os cidadãos enfrentam "sérias dificuldades no acesso a medicamentos".

Entre agosto de 2013 e dezembro de 2014, faltaram cerca de cinco milhões de embalagens de medicamentos nas farmácias todos os meses.

O problema agravou-se nos primeiros três meses deste ano, atingindo valores superiores aos registados desde agosto de 2013: em janeiro faltaram sete milhões de medicamentos e em fevereiro e março faltaram perto de seis milhões.

Ao todo, durante o ano de 2014, foram reportados 57 milhões de embalagens em falta, por 78% das farmácias, referentes a 25,7% das apresentações de medicamentos.

Citando dados do Censo Nacional sobre Falhas no Acesso aos Medicamentos (CEFAR), referente a junho de 2014, "cerca de 61% dos utentes reportaram pelo menos um problema de acesso aos medicamentos no último ano", revela a ANF.

Falando da evolução do mercado financeiro, a ANF indica que entre 2010 e 2014 os medicamentos baixaram em valor 875,9 milhões de euros (-25,1%), embora destacando que em 2015 houve uma "ligeira variação positiva", de 23,1 milhões de euros (+3,5%), face ao período homólogo.

Quanto ao volume de medicamentos, entre 2010 e 2014 verificou-se uma redução de 7,6 milhões (-2,8%) de embalagens vendidas, embora verificando-se um aumento de 2 milhões de embalagens (+3%) em março de 2015, face o mesmo período do ando anterior.

A despesa do Serviço Nacional de Saúde (SNS) com medicamentos entre 2010 e 2014 baixou 30,1% (493,8 milhões de euros).

Em março de 2015 a redução foi de 0,6 milhões de euros (0,2%) comparativamente ao mesmo mês de 2014.

Lusa
  • Vem lá chuva

    País

    A chuva vai voltar a Portugal continental a partir de quarta-feira e pelo menos até domingo, enquanto as temperaturas mínimas deverão subir.

  • "O Sporting é o um barco à deriva"
    2:26
    O Dia Seguinte

    O Dia Seguinte

    2ªFEIRA 21:50

    A crise do Sporting foi o principal tema em O Dia Seguinte, esta segunda-feira. José Guilherme Aguiar censura Bruno de Carvalho por ter convidado Jorge Jesus para a comissão de honra da recandidatura. Já Rogério Alves não tem dúvidas que a contestação tem aumentado de tom devido à proximidade das eleições do Sporting. Rui Gomes da Silva pensa que toda a direção leonina é responsável pelo mau momento atual do clube.

  • Deputado do PS abandona partido e pode colocar em causa maioria parlamentar
    2:28

    País

    Domingos Pereira foi eleito pelo círculo de Braga. Agora, vai demitir-se do Partido Socialista e entregar o cartão de militante. Contudo, mantém-se no Parlamento, passando assim a deputado independente na Assembleia da República. Pode estar em causa a maioria parlamentar quando o PCP se abstiver.

    Notícia SIC

  • Violação emitida em direto no Facebook

    Mundo

    Três homens foram detidos na Suécia, por suspeitas de violação de uma mulher, num apartamento a 70 quilómetros da capital. Os suspeitos filmaram o ato de violência e exibiram-no em direto no Facebook.

  • "O México não acredita em muros"
    0:45

    Mundo

    Em resposta a Donald Trump, o Presidente mexicano diz que o país não acredita em muros, mas em pontes. Enrique Peña Nieto diz ainda que o México vai procurar dialogar com os Estados Unidos sem confrontos, mas também sem submissão.