sicnot

Perfil

País

Governo e sindicatos discutem alterações ao Estatuto da Polícia na próxima semana

A ministra da Administração Interna e os sindicatos da PSP vão discutir a partir da próxima semana a alteração do Estatuto Profissional da Polícia. A segunda ronda de negociações entre a ministra Anabela Rodrigues e os sindicatos está agendada para 28 de maio e deve-se prolongar até à primeira semana de junho.

Os sindicatos defendem que o novo Estatuto mantenha as 36 horas de trabalho semanais, que a profissão seja considerada de desgaste rápido e que os polícias entrem para a pré-reforma aos 36 anos de serviço ou 55 de idade. (Arquivo)

Os sindicatos defendem que o novo Estatuto mantenha as 36 horas de trabalho semanais, que a profissão seja considerada de desgaste rápido e que os polícias entrem para a pré-reforma aos 36 anos de serviço ou 55 de idade. (Arquivo)

JOSE SENA GOULAO / Lusa

Os sindicatos consideram estas reuniões decisivas, uma vez que a tutela deverá dizer se aceita ou não as propostas que fizeram.

Os sindicatos defendem que o novo Estatuto mantenha as 36 horas de trabalho semanais, que a profissão seja considerada de desgaste rápido e que os polícias entrem para a pré-reforma aos 36 anos de serviço ou 55 de idade.

Em março, a proposta inicial do Ministério da Administração Interna foi muito contestada pelos sindicatos e levou a ameaças de manifestações.
Lusa
  • Luaty Beirão satisfeito com sinais de mudança de paradigma em Angola
    4:03

    Mundo

    Sete meses depois da tomada de posse de João Lourenço como presidente de Angola, o país vive um tempo de revoluções. Mudanças inéditas que, nas palavras do ativista Luaty Beirão, permitem ter esperança num futuro melhor. O músico esteve em Lagos, a convite da Câmara Municipal, para falar sobre Livros e Liberdade.

  • O portal onde pode consultar certidões e outros documentos sem sair de casa
    7:37
  • Presidente da Comunidade de Madrid demite-se depois da divulgação de vídeo de roubo
    1:27