sicnot

Perfil

País

Passos hoje em Riga para cimeira da UE

O primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, desloca-se hoje a Riga (Letónia) para participar na cimeira da Parceria Oriental, que juntará os chefes de Estado e de Governo da União Europeia e os líderes de seis antigas repúblicas da União Soviética. 

Francisco Seco/ AP

Esta IV cimeira entre os 28 e os seus parceiros a Leste (Arménia, Azerbaijão, Bielorrússia, Geórgia, República da Moldávia e Ucrânia) tem lugar a poucos quilómetros da Rússia num contexto de relações muito frias entre a União Europeia (UE) e Moscovo, devido ao conflito na Ucrânia, que teve origem precisamente numa anterior cimeira da Parceria Oriental, em novembro de 2013, em Vilnius. 

 
 

Nessa cimeira celebrada na capital da Lituânia, o então presidente ucraniano Viktor Ianukovitch renunciou, à "última hora", a assinar o acordo de associação que havia sido negociado entre Kiev e os seus parceiros europeus -- uma aproximação que foi sempre do desagrado do Kremlin -, levando a manifestações que acabariam por ditar o seu afastamento e provocar o conflito separatista no país, que prossegue, passado cerca de ano e meio. 

 
 

Deste modo, não estão previstas grandes decisões na cimeira -- Ucrânia e Geórgia gostariam, por exemplo, de avanços com vista a um acordo de isenção de vistos, o que ainda não irá suceder -, e um dos poucos resultados aguardados é a assinatura, à margem da reunião, de um documento a confirmar a libertação de uma nova tranche da ajuda da UE à Ucrânia, no montante de 1,8 mil milhões de euros.  

 
 

Também à margem da IV cimeira da parceria oriental, e em virtude de os líderes da UE se encontrarem em Riga, estão previstos encontros bilaterais em busca de progressos numa das questões que tem dominado a atualidade europeia, o programa de assistência à Grécia, em virtude de ser cada vez mais urgente para Atenas um acordo com os seus parceiros e credores europeus, face aos problemas de liquidez. 

 
 

Portugal estará representado na cimeira da parceria oriental pelo primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, que participa hoje num jantar de trabalho dos chefes de Estado e de Governo, regressando a Lisboa na sexta-feira de manhã, e pelo ministro dos Negócios Estrangeiros, Rui Machete. 

 
 

 

Lusa

  • Autarca e duas jornalistas mortas a tiro na Finlândia 

    Mundo

    A presidente da Câmara de Imatra, na Finlândia, e duas jornalistas foram mortas a tiro na noite passada, na pequena cidade do sudeste do país. O incidente aconteceu junto a um restaurante e a polícia chegou ao local pouco depois dos disparos. Um suspeito de 23 anos já foi detido.

    Em desenvolvimento

  • Avião da Qatar Airways aterra de emergência nas Lages
    0:47

    País

    Aterrou de emergência nos Açores, esta manhã, um avião da Qatar Airways. A turbulência obrigou à manobra que causou pelo menos 10 feridos nos passageiro do avião que fazia ligação de Washington para Doha, capital do Qatar, e foi desviado para a base aérea das Lajes. Os passageiros desembarcaram, como registou no Twiiter um jornalista da Al-Jazzera que seguia a bordo. Segundo este depoimento, uma pessoa foi levada para o hospital com problemas cardíacos.

  • Passos elogia escolha de Paulo Macedo mas diz que não é suficiente
    1:47

    Caso CGD

    Pedro Passos Coelho diz que Paulo Macedo é competente para liderar os destinos da Caixa Geral de Depósitos, mas que a nomeação do antigo ministro não é suficiente para passar uma esponja sobre o assunto. Em Viseu, o líder do PSD não quis ainda avançar com um nome para a Câmara de Lisboa, depois de Santana Lopes afastar a hipótese de se candidatar.

  • O novo coala do zoo de Lisboa
    3:10

    País

    A SIC acompanhou em exclusivo a transferência de uma coala da Alemanha para o Zoo de Lisboa. O animal veio de avião e foi batizado pelos passageiros que seguiam a bordo. Ficou com o nome de Goolara. O coala é uma fêmea, com quase dois anos, e veio para aumentar a família da mesma espécie em Portugal.

  • Jovens do exército russo aderem ao Desafio do Manequim
    1:01

    Mundo

    Na Rússia, o grupo de jovens do exército também já aderiu ao famoso Mannequin Challenge. O vídeo foi divulgado pelo Ministério da Defesa russo. O objetivo é mostrar o dia-a-dia do chamado exército de jovens, cuja principal missão passa por sensibilizar os russos para a necessidade de cumprir o serviço militar obrigatório.