sicnot

Perfil

País

José Sócrates vai ficar mais três meses em prisão preventiva

José Sócrates vai ficar mais três meses em prisão preventiva. O advogado do antigo primeiro ministro ainda não foi notificado pelo Tribunal Central de Instrução Criminal e lamenta ter sabido pela comunicação social, do despacho do juíz Carlos Alexandre. João Araújo já fez no entanto saber que vai recorrer da decisão.

© Hugo Correia / Reuters

José Sócrates é, nesta altura, o único arguido sob detenção, na Operação Marquês, e vai ficar mais três meses em prisão preventiva.

O advogado do antigo primeiro ministro lamenta ter sabido pela comunicação social do despacho do juís Carlos Alexandre e fez saber que vai recorrer da decisão.

Depois do motorista, é agora o amigo Carlos Santos Silva que vai sair da prisão.

A decisão tomada, também pelo juíz Carlos Alexandre, foi comunicada esta tarde pela Procuradoria Geral da República. Santos Silva passa de prisão preventiva, para obrigação de permanência na habitação, com pulseira electrónica.

O amigo de Sócrates está indiciado por branqueamento de capitais, fraude fiscal e corrupção, e estava também, detido há seis meses. Com esta alteração da medida de coação, o ex-primeiro ministro é o unico dos sete arguidos da Operação Marquês que continua detido.
  • Marcelo de volta a casa após diagnóstico de gastroenterite aguda
    3:37
  • "Todas as decisões que tomei foi sempre a pensar no Sporting primeiro"
    2:08
  • Saransk tanto anseia por Ronaldo que até lhe fizeram um vídeo e uma música
    3:07
  • Portugal quer atrair imigrantes
    1:28

    País

    O Governo prepara-se para regularizar a situação de 30 mil imigrantes ilegais que vivem em Portugal. De acordo com a edição deste sábado do semanário Expresso, o Executivo pretende também abrir portas a 75 mil novos imigrantes por ano.