sicnot

Perfil

País

Cinco concelhos do distrito de Castelo Branco em risco máximo de incêndio

Cinco concelhos do distrito de Castelo Branco apresentam hoje risco máximo de incêndio, de acordo com informação disponível na página do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) na Internet.

© Rafael Marchante / Reuters


Mação, Vila de Rei, Oleiros, Pampilhosa da Serra e Sardoal são os concelhos que apresentam hoje o risco máximo de incêndio.

O IPMA colocou também em risco muito elevado de incêndio 40 concelhos de vários distritos de Portugal continental, a grande parte deles na zona centro do país, nomeadamente 21, dos distritos de Santarém, Castelo Branco e Coimbra.

O risco de incêndio determinado pelo IPMA engloba cinco níveis, variando entre reduzido e máximo.

O cálculo é feito com base nos valores observados às 13:00 de cada dia relativamente à temperatura do ar, humidade relativa, velocidade do vento e quantidade de precipitação nas últimas 24 horas.

A Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) registou na segunda-feira 74 incêndios, que foram combatidos por 939 operacionais, com o apoio de 273 veículos.

O IPMA prevê para hoje no continente céu pouco nublado ou limpo, apresentando períodos de maior nebulosidade durante a tarde. Está também previsto vento fraco soprando moderado durante a tarde, de noroeste no litoral oeste e de sudoeste na costa sul do Algarve e uma pequena subida da temperatura máxima.

Em Lisboa as temperaturas vão variar entre 19 e 31 graus Celsius, no Porto entre 17 e 27, em Bragança entre 8 e 29, em Viseu entre 13 e 26, na Guarda entre 10 e 24, em Coimbra entre 15 e 30, em Leiria entre 12 e 29, em Castelo Branco entre 16 e 31, em Portalegre entre 19 e 31, em Évora entre 14 e 33. 

Beja será a cidade mais quente com previsões de 35 graus celsius, em Santarém entre 15 e 33 e em Faro entre 17 e 24.


  • Advogados de Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático
    2:13

    Operação Marquês

    Os advogados de José Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático e garantem que o antigo primeiro-ministro nunca favoreceu Ricardo Salgado ou o Grupo Espirito Santo. Segundo o Expresso, o presidente da Escom, Helder Bataglia, terá admitido que Ricardo Salgado utilizou uma conta bancária do empresário, na Suíça, para passar 12 milhões de euros a Carlos Santos Silva, alegadamente para o amigo José Sócrates.

  • Marcelo diz que é hora de valorizar o poder local
    0:40

    País

    O Presidente da República diz que este é o momento para valorizar o poder local. Sobre a descida da Taxa Social Única, Marcelo Rebelo de Sousa recusou comentar e negou que haja crispação politica entre Governo e oposição.

  • Marine Le Pen diz que Brexit terá efeito dominó na UE
    0:39

    Brexit

    Marine Le Pen diz que o Brexit vai ter um efeito dominó na União Europeia. Durante um congresso da extrema-direita, a líder da Frente Nacional francesa afirmou que a Europa vai despertar este ano em que estão marcadas eleições em vários países, como a Alemanha e a Holanda.