sicnot

Perfil

País

Dono de pensão do Porto condenado a mais de 12 anos de prisão por matar hóspede

O dono de uma pensão do Porto foi esta sexta-feira condenado a 12 anos e três meses de prisão por matar um hóspede, em fevereiro de 2014, e esconder o corpo numa arrecadação durante sete meses.

O arguido envolveu-se numa discussão com a vítima por lhe dever 750 euros em rendas e refeições e acabou por assassiná-la com "várias facadas". (Arquivo)

O arguido envolveu-se numa discussão com a vítima por lhe dever 750 euros em rendas e refeições e acabou por assassiná-la com "várias facadas". (Arquivo)

SIC

O arguido envolveu-se numa discussão com a vítima por lhe dever 750 euros em rendas e refeições e acabou por assassiná-la com "várias facadas". 

O suspeito, de 52 anos, guardou o corpo do hóspede num armário do quarto, tendo-o depois levado num saco para a arrecadação da pensão.

O corpo da vítima, de 54 anos, viria a ser descoberto sete meses depois do crime, em avançado estado de decomposição, por um hóspede que estranhou o "cheiro nauseabundo", chamando a PSP. 

"Uma vez cometida a pena, espero que não volte a ter problemas com a Justiça", afirmou o juiz presidente, durante a leitura do acórdão, no Tribunal São João Novo. 

Durante o julgamento, que iniciou a 19 de maio, o arguido assumiu o crime e referiu não se ter desfeito do corpo porque "não podia deitar fora o que Deus criara".

O advogado de defesa, Carlos Quaresma, referiu que a pena é "justa" e que o arguido teve "sempre a noção" que ia ser condenado. 

O arguido trabalha na cozinha do Estabelecimento Prisional de Custóias e, segundo o jurista, "pediu" para ser descoberto porque guardou o corpo da vítima na arrecadação e, meses depois, pediu a um hóspede para ir lá sabendo que o ia ver.

"Ele vive com esse problema de ter matado alguém, tanto que tem acompanhamento psiquiátrico porque continua a pensar nisso", frisou. 
Lusa
  • Alegado homicida de responsável de pensão no Porto ficou em prisão preventiva
    1:57

    País

    Ficou em prisão preventiva o homem que terá assassinado esta quinta-feira o responsável por uma pensão no centro do Porto. A companheira da vítima ficou gravemente ferida. O suspeito está indiciado por um crime de homicídio consumado e outro na forma tentada. O homem, que foi encaminhado para a pensão por uma assistente social, deixou de pagar o quarto porque ficou sem Rendimento Social de Inserção.

  • SIC faz-se à estrada para ouvir eleitores
    2:13
  • Furacão Maria ameaça Ilhas Virgens e Porto Rico

    Mundo

    O furacão Maria "potencialmente catastrófico" está a ameaçar as Ilhas Virgens e o Porto Rico, depois de esta terça-feira ter semeado a destruição na Dominica e provocado um morto e dois desaparecidos na ilha francesa de Guadalupe.

  • Pistolas Nerf podem causar graves lesões nos olhos

    Mundo

    As balas das pistolas Nerf, quando atingem os olhos, podem causar graves lesões. O aviso é de um grupo de médicos de Londres, que recomenda a utilização de óculos protetores e o aumento da idade mínima para a utilização dos brinquedos.

    SIC

  • Investigadores descobrem como transformar gordura "má" em gordura "boa"

    Mundo

    Uma equipa de investigadores da Universidade de Washington, Estados Unidos, descobriu como converter a gordura corporal "má" em gordura "boa", permitindo queimar mais calorias e atrasar o aumento de peso, num estudo conduzido em ratos. Estes resultados abrem caminho para a possibilidade de desenvolver tratamentos mais eficazes para a obesidade e para a diabetes associada ao aumento de peso em pessoas, segundo os autores.

  • Escola na Croácia usa imagem de Melania Trump para chamar alunos

    Mundo

    "Imagine até onde pode ir com um pouco de inglês", foi com estas palavras que uma escola de inglês da Croácia decidiu promover as suas aulas, juntando ainda a fotografia de Melania Trump ao placard do anúncio. Agora, a primeira-dama norte-americana ameaça levar o Instituo Americki a tribunal. Entretanto, o placard já foi retirado do local.

    SIC