sicnot

Perfil

País

Plano para alterações climáticas debatido em Lisboa

A proposta de Plano Nacional para as Alterações Climáticas (PNAC), em consulta pública até hoje, é debatida em Lisboa numa sessão que conta com participação de um responsável das Nações Unidas.

(Reuters/ Arquivo)

(Reuters/ Arquivo)

© Reuters Photographer / Reuter

No âmbito do Dia Mundial do Ambiente, o secretário de Estado do Ambiente, Paulo Lemos, e a chefe de gabinete do secretário-geral das Nações Unidas, Susana Malcorra, vão hoje participar no encontro para analisar vários pontos do documento.

Integrado no Quadro Estratégico para a Política Climática, que também inclui a estratégia para a adptação às mudanças do clima, o plano tem como objetivo a redução das emissões de gases com efeito de estufa, de 18% a 23%, em 2020, e de 30% a 40%, em 2030, comparativamente a 2005, e aponta orientações para as políticas setoriais em áreas como transportes, energia, agricultura e floresta.

O documento principal, que o Ministério do Ambiente, Ordenamento do Território e Energia (MAOTE) disponibilizou para discussão, estabelece a visão e os objetivos nacionais para o horizonte 2020-2030, articulando diversos instrumentos e medidas, e tem por objetivo assegurar o cumprimento dos compromissos de Portugal assumidos para 2020, no âmbito da União Europeia, e no Compromisso para o Crescimento Verde, a nível nacional.

Segundo o Ministério do Ambiente, liderado por Jorge Moreira da Silva, a proposta do Governo propõe "melhorar o nível de conhecimento sobre as alterações climáticas e promover a integração da adaptação" nas diversas políticas públicas e instrumentos de operacionalização, tendo em conta que Portugal é um dos países europeus mais afetados pelos efeitos da mudança.

Trata-se de tentar reduzir as situações que estão a contribuir para as mudanças do clima, como as emissões de gases com efeito de estufa, e de preparar o país, e cada região, nomeadamente através dos planos municipais, para as mudanças no clima, como os esperados eventos extremos (secas, inundações, ondas de frio e ondas de calor).

De acordo com o Climate Change Performance Index (Índice de Desempenho relativamente às Alterações Climáticas), Portugal é o 4.º país com melhor desempenho em matéria de ação climática, numa lista de 58 países que, no total, são responsáveis por mais de 90% das emissões de gases com efeito de estufa.





Lusa

  • A fuga dos PIDES
    1:16

    Perdidos e Achados

    Ao final do dia 29 de Junho de 1975, 89 agentes da PIDE fugiam da cadeia de Vale de Judeus, em Alcoentre. Mais de 40 anos depois, Perdidos e Achados recupera um dos acontecimentos do Verão Quente em Portugal. Hoje no Jornal da Noite e conteúdos exclusivos no site.

    Hoje no Jornal da Noite

  • Uma volta a Portugal. De bicicleta mas sem licra

    País

    Um grupo de professores propõe-se a repetir o percurso da 1.ª Volta a Portugal em Bicicleta, 90 anos depois. Não se trata de uma corrida, pelo contrário querem provar que qualquer um o pode fazer e promover o uso da bicicleta como meio de transporte pessoal. “Dar a volta” parte para a estrada esta quarta-feira, de Lisboa a Setúbal, tal como em 26 de abril de 1927.

    Ricardo Rosa

  • Casa Madonna di Fatima em Roma é um lar de idosos com 9 irmãs portuguesas
    4:29

    Mundo

    A mais antiga igreja dedicada à Senhora de Fátima em Roma tem mais de 50 anos. Foi construída pelas franciscanas hospitaleiras do Imaculado Coração, uma congregação fundada em Portugal. Hoje, as religiosas portuguesas gerem um lar na mesma rua, mas o templo foi entregue a uma congregação italiana.