sicnot

Perfil

País

INEM garante que socorro à população "não está nem nunca esteve em causa"

O Instituto Nacional de Emergência Médica emitiu este sábado um comunicado em que garante que o socorro à população "não está, nem nunca esteve em causa".

SIC

O esclarecimento surge após as notícias que dão conta da possibilidade de paragem de algumas ambulâncias, na região de Lisboa.

O INEM salienta que o socorro é assegurado num Sistema Integrado de Emergência Médica, de que fazem parte - além do INEM -  os Bombeiros e a Cruz Vermelha Portuguesa, Polícia de Segurança Pública e GNR.

O comunicado refere ainda que o constrangimento de recursos humanos que se verifica está a ser acompanhado atentamente pelo Ministério da Saúde.

A comissão de trabalhadores do INEM alertou para o risco do socorro à população poder estar em causa e garante que já há ambulâncias paradas e que a redução de turnos prevista vai agravar a situação.
  • A Verdade sobre a Mentira
    35:13
  • Elemento dos Super Dragões com medida de coação mais gravosa
    1:37

    Desporto

    Os seis arguidos da Operação Jogo Duplo, que investiga crimes de corrupção e viciação de resultados na II Liga de futebol, saíram em liberdade. A medida de coação mais gravosa é para um membro da claque Super Dragões, que terá de pagar uma caução de 5 mil euros.

  • Mais de 120 pessoas com hepatite A
    2:23

    País

    O surto de hepatite A já infetou 128 pessoas, 60 das quais estão internadas em hospitais de Lisboa e Coimbra. A Direção-Geral da saúde recomenda a vacinação apenas aos familiares dos doentes. Apesar de não haver ruptura de stocks, há farmácias que não têm vacinas.

  • Sobreviventes de Mossul relatam mutilações e execuções do Daesh
    1:32