sicnot

Perfil

País

INEM garante que socorro à população "não está nem nunca esteve em causa"

O Instituto Nacional de Emergência Médica emitiu este sábado um comunicado em que garante que o socorro à população "não está, nem nunca esteve em causa".

SIC

O esclarecimento surge após as notícias que dão conta da possibilidade de paragem de algumas ambulâncias, na região de Lisboa.

O INEM salienta que o socorro é assegurado num Sistema Integrado de Emergência Médica, de que fazem parte - além do INEM -  os Bombeiros e a Cruz Vermelha Portuguesa, Polícia de Segurança Pública e GNR.

O comunicado refere ainda que o constrangimento de recursos humanos que se verifica está a ser acompanhado atentamente pelo Ministério da Saúde.

A comissão de trabalhadores do INEM alertou para o risco do socorro à população poder estar em causa e garante que já há ambulâncias paradas e que a redução de turnos prevista vai agravar a situação.
  • Videoamador mostra grupo a atar tocha a um touro
    1:33
  • PJ investiga forma como o FC Porto obteve os e-mails
    1:58

    Desporto

    Enquanto o campeonato português de futebol está de férias do relvado, nos bastidores continua uma guerra aberta por causa dos e-mails. O FC Porto entregou à Polícia Judiciária toda a documentação disponível do chamado caso dos e-mails, que envolve o Benfica num alegado esquema de corrupção. O pedido foi feito pela Unidade Nacional de Combate à Corrupção da PJ. A forma como o FC Porto obteve os e-mails também está a ser investigada pela Polícia Judiciária.

  • Manifestantes bloquearam Caracas

    Mundo

    Milhares de pessoas bloquearam esta sexta-feira as ruas de Caracas e de outras cidades, em protesto contra a repressão e o assassinato de manifestantes pelas forças de segurança.