sicnot

Perfil

País

Vai chover e temperaturas vão descer

As temperaturas vão descer gradualmente a partir de hoje, dia em que poderão ocorrer aguaceiros por vezes fortes e acompanhados de granizo e trovoadas, disse à agência Lusa a meteorologista Madalena Rodrigues.

© Jose Manuel Ribeiro / Reuters

"Estamos sob o efeito de uma depressão que vai causar alguma instabilidade nos próximos dias. Hoje e amanhã [terça-feira] estamos a prever períodos de céu muito nublado e aguaceiros com condições favoráveis à ocorrência de trovoadas e acompanhados de granizo", adiantou a meteorologista do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

De acordo com Madalena Rodrigues, o IPMA emitiu um aviso amarelo para os distritos de Viana do Castelo, Braga, Porto, Aveiro, Vila Real, Bragança, Viseu, Leiria, Guarda, Coimbra, Castelo Branco e Santarém devido à previsão de chuva ou aguaceiros por vezes fortes e acompanhados de trovoada.

O aviso amarelo, o terceiro mais grave numa escala de quatro, para estes 12 distritos entra em vigor às 12:00 e termina às 21:00 de hoje.

Contudo, de acordo com Madalena Rodrigues, estes avisos poderão ser prolongados até terça-feira.

"Amanhã [terça-feira] teremos um dia semelhante ao de hoje com aguaceiros e condições favoráveis à ocorrência de trovoadas e acompanhadas de granizo em especial durante a tarde. As temperaturas máximas vão descer na região sul e as mínimas vão subir na região centro", disse.

A meteorologista Madalena Rodrigues adiantou ainda que a tendência para os próximos dias é de descida das temperaturas e chuva.

"Vamos ter alguma instabilidade nos próximos dias devido à passagem da depressão. Vamos acompanhar a situação e ver avaliar a necessidade de prolongar os avisos por causa da chuva", concluiu.

  • Marcelo de volta a casa após diagnóstico de gastroenterite aguda
    3:37
  • "Todas as decisões que tomei foi sempre a pensar no Sporting primeiro"
    2:08
  • Saransk tanto anseia por Ronaldo que até lhe fizeram um vídeo e uma música
    3:07
  • Portugal quer atrair imigrantes
    1:28

    País

    O Governo prepara-se para regularizar a situação de 30 mil imigrantes ilegais que vivem em Portugal. De acordo com a edição deste sábado do semanário Expresso, o Executivo pretende também abrir portas a 75 mil novos imigrantes por ano.