sicnot

Perfil

País

Santuário do Bom Jesus de Braga promovido a basílica a 5 de julho

A proclamação solene da nova Basílica do Bom Jesus do Monte, em Braga, será feita a 5 de julho, durante uma missa naquele templo, informou esta sexta-feira o arcebispo Jorge Ortiga.

Bom Jesus será a quarta basílica da cidade de Braga, juntando-se às dos Congregados, do Sameiro e da Sé. (Arquivo)

Bom Jesus será a quarta basílica da cidade de Braga, juntando-se às dos Congregados, do Sameiro e da Sé. (Arquivo)

DR

Segundo o arcebispo de Braga, o decreto para elevação do santuário do Bom Jesus a basílica foi emitido a 19 de abril, pela Congregação para o Culto Divino e Disciplina dos Sacramentos.

"Com este decreto, a Santa Sé está a dar o seu contributo à candidatura do Bom Jesus a Património da Humanidade", sublinhou Jorge Ortiga.

Basílica é um título honorífico concedido pelo Papa a igrejas que se assumem como centros de devoção e peregrinação ou que se destacam pela sua riqueza artística e arquitetónica.

Bom Jesus será a quarta basílica da cidade de Braga, juntando-se às dos Congregados, do Sameiro e da Sé.

Na Arquidiocese de Braga, há ainda mais duas basílicas: a de S. Pedro, em Guimarães, e a de S. Bento da Porta Aberta, em Terras de Bouro.
Lusa
  • Novo Banco vai reestruturar dívida de Luís Filipe Vieira
    1:22

    Desporto

    O Novo Banco vai reestruturar parte da dívida da empresa de Luís Filipe Vieira, que ronda os 400 milhões de euros. Parte dos ativos da empresa foram transferidos para um fundo para serem rentabilizados no prazo de cinco anos. Esse fundo está a ser gerido pelo vice-presidente do Benfica.

  • Dono de fábrica que ardeu na Anadia diz que produção não vai ser afetada
    2:04
  • Saco azul do BES pagou a 106 pessoas e 96 avenças ocultas
    2:21

    Economia

    Pelo menos 106 pessoas receberam dinheiro da Espírito Santo Enterprises, a companhia offshore criada nas Ilhas Virgens Britânicas e que terá funcionado como um gigantesco saco azul do Grupo Espírito Santo. O jornal Expresso revelou os primeiros vinte nomes da lista, entre os quais estão Zeinal Bava, antigo CEO da PT, e Manuel Pinho, ex-ministro da economia do Governo de José Sócrates.

  • Tragédia em Vila Nova da Rainha aconteceu há uma semana
    7:18
  • Doze meses de polémicas, ameaças e promessas
    3:52