sicnot

Perfil

País

Têxtil de Barcelos produz meias aquecidas a bateria

Uma fábrica de Barcelos vai lançar no mercado peúgas aquecidas a baterias, que permitem manter os pés quentes entre 8 e 16 horas e regulam automaticamente a temperatura, informou hoje o diretor-geral da empresa.

© Ognen Teofilovski / Reuters

Nuno Costa disse à Lusa que o produto, apresentado na Techtextil 2015, que decorreu em maio na Alemanha, está agora a ser "otimizado", devendo os primeiros 100 pares de meias ser enviadas, em setembro, para clientes na Dinamarca e na Suécia.

"Os países nórdicos são o nosso alvo prioritário, por razões óbvias", acrescentou.

Segundo adiantou, aquela solução de aquecimento dos pés foi desenvolvida, ao longo de três anos, no  Centro Tecnológico das Indústrias Têxtil e do Vestuário de Portugal(CITEVE), em Famalicão.

Explicou que as meias integram um sensor, na zona da planta dos pés, e duas baterias semelhantes às de um telemóvel, colocadas na parte das peúgas que cobre o tornozelo.

"As baterias têm uns quatro centímetros de altura, quase não se notam, não são minimamente incómodas", garantiu, enfatizando que a contrapartida para o utilizador é "ter os pés quentes durante praticamente todo o dia".

O dispositivo permite três níveis de temperatura diferentes, que são acionados de acordo com as necessidades do utilizador.

"À medida que a temperatura do pé for baixando ou subindo, a meia emite mais ou menos calor", referiu.

As meias aquecidas a bateria são produzidas na empresa Faria da Costa, instalada há 27 anos em Ucha, Barcelos, e que atualmente emprega 75 trabalhadores.

Trabalhando quase exclusivamente para exportação, a empresa faturou em 2014 cerca de 2,5 milhões de euros, uma cifra que este ano vai tentar superar, "se o clima ajudar".

"Há três anos, o nosso volume de vendas foi muito superior, mas tivemos uma quebra devido às condições climatéricas, porque os invernos nos nossos principais mercados foram muito menos frios do que o habitual", rematou Nuno Costa.


Lusa
  • Costa preparado para falar da renegociação da dívida no plano europeu
    2:24

    Economia

    O primeiro-ministro não quer quebrar com as regras impostas pela UE e não vai dar o primeiro passo na renegociação da dívida, mas estará na linha da frente quando Bruxelas ceder. Em entrevista à RTP, António Costa garante que o Governo cumpriu tudo aquilo que acordou com o presidente demissionário da Caixa Geral de Depósitos, António Domingues.

  • Benfica persegue oitavos da Liga dos Campeões

    Desporto

    O Benfica tenta hoje a qualificar-se para os oitavos de final da Liga dos Campeões de futebol, procurando uma vitória na receção ao Nápoles que lhe permita vencer o Grupo H e manter-se a salvo do perseguidor Besiktas.

  • Parkinson pode ter início nos intestinos

    Mundo

    Um novo estudo científico vem revelar que a doença de Parkinson pode não estar apenas no cérebro. A doença pode ter início nos intestinos e mais tarde migrar para o cérebro.

  • Nova Deli é "altamente tóxica" para os cidadãos

    Mundo

    Nova Deli foi considerada altamente tóxica para os cidadãos. A capital da Índia é considerada há mais de três anos a cidade mais poluída do mundo, mas só este ano se concluiu que é tão tóxica que é capaz de provocar doenças crónicas a quem lá vive.

  • Condutores continuam com dúvidas em como circular numa rotunda
    2:06

    País

    Circular nas rotundas continua a ser um problema para muitos condutores. Cerca de 3 mil foram multados nos últimos três anos depois da entrada em vigor do novo código, os números são avançados pela Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária. Os instrutores de condução dizem que a medida provoca mais confusão nas horas de ponta.