sicnot

Perfil

País

Ministro diz que o país vai precisar de mais professores

O ministro da Educação, Nuno Crato, defendeu esta sexta-feira que o país vai precisar, dentro de alguns anos, de mais professores, devido à aposentação de muitos dos atuais docentes, o que abrirá uma oportunidade aos jovens.

Lusa

"A geração de quem quer ser professor, quando acabar o seu curso, vai ter oportunidades", afirmou.

Discursando na cerimónia de inauguração do ISCE-Douro, uma instituição de ensino privado em Penafiel que forma professores, o ministro insistiu que o futuro do país carece de mais docentes. 

Para Nuno Crato, aquela necessidade constitui também uma oportunidade para as instituições de ensino superior que formam professores.

"Queremos que os novos professores estejam mais bem qualificados", vincou.

Falando para uma plateia formada por dezenas de professores e autarcas do Tâmega e Sousa, o ministro sublinhou a importância de as instituições de ensino superior, como o ISCE-Douro, terem uma ligação "tão próxima" às autarquias e ao tecido empresarial.

"Isso vai permitir uma formação adequada às necessidades da região", comentou, enquanto destacava a importância dos novos cursos de técnicos superiores profissionais que vão ser lecionados naquele estabelecimento.

O ministro sublinhou também a importância de o ensino do inglês ser agora obrigatório durante sete anos.

"É um avanço decisivo na educação do país", exclamou, referindo-se à importância do inglês como língua internacional.

À margem da cerimónia, Nuno Crato disse aos jornalistas que no último ano aumentou o número de alunos do ensino superior que beneficiaram da ação social. O facto de ter subido o limiar a partir do qual os alunos têm acesso às bolsas permitiu, assinalou, abranger mais estudantes.

A melhoria do apoio, declarou ainda, garantiu que muitos estudantes pudessem prosseguir os seus estudos, correspondendo ao desejo do Governo de ter mais jovens a frequentar o ensino superior. 

As instalações hoje inauguradas, onde funcionava uma escola do primeiro ciclo, foram cedidas pela Câmara de Penafiel. 

O presidente da autarquia, Antonino Sousa, disse tratar-se de um momento histórico para a cidade, 15 anos depois de ter perdido o ensino superior, então com a saída da Universidade Portucalense.

O autarca disse esperar que o ISCE-Douro ajude a qualificar a população de uma das regiões mais jovens do país e dessa maneira contribuir para a competitividade do território do Tâmega e Sousa.
Lusa
  • O dia que roubou dezenas de vidas em Pedrógrão Grande
    3:47
  • "Reforma da Proteção Civil esgotou prazo de validade"
    2:34

    Tragédia em Pedrógão Grande

    António Costa reconheceu esta quinta-feira que a reforma da Proteção Civil que liderou em 2006 está esgotada, e não pode dar resultados sem uma reforma da floresta. Na mesma altura, o ministro da Agricultura admitiu que os problemas já estavam identificados há uma década, sem explicar por que razão não foram atacados pelo Governo socialista da altura.

  • "De um primeiro-ministro esperam-se respostas, não perguntas"
    0:35

    Tragédia em Pedrógão Grande

    Assunção Cristas acusa o ministro da Agricultura de ter deitado ao lixo a legislação do anterior Governo que poderia ser útil no combate aos incêndios. O CDS exige uma responsabilização política pela tragédia de Pedrógão Grande, diz que há muito por esclarecer e por esse motivo entregou esta quinta-feira ao primeiro-ministro um conjunto de 25 perguntas.

  • Morreu Miguel Beleza

    País

    Miguel Beleza, economista e antigo ministro das Finanças, morreu esta quinta-feira de paragem cardio-respiratória aos 67 anos.

    Última Hora

  • Revestimento da Torre de Grenfell era tóxico e inflamável
    1:52
  • "Estamos a ficar sem espaço. Está na hora de explorar outros sistemas solares"

    Mundo

    O físico e cientista britânico Stephen Hawking revelou alguns dos seus desejos para um novo plano de expansão espacial. Hawking está em Trondheim, na Noruega, para participar no Starmus Festival que promove a cultura científica. E foi lá que o físico admitiu que a população mundial está a ficar sem espaço na Terra e que "os únicos lugares disponíveis para irmos estão noutros planetas, noutros universos".

    SIC

  • Não posso usar calções... visto saias

    Mundo

    Perante a proibição de usar calções no emprego, um grupo de motoristas franceses adotou uma nova moda para combater o calor. Os trabalhadores decidiram trocar as calças por saias, visto que a peça de roupa é permitida no uniforme da empresa para a qual trabalham.

  • De refugiada a modelo: a história de Mari Malek

    Mundo

    Mari Malek chegou aos Estados Unidos da América quando era ainda uma criança. Chegada do Sudão do Sul, a menina era uma refugiada à procura de um futuro melhor, num país que não era o seu. Agora, anos depois, Mari Malek é modelo, DJ e atriz, e vive em Nova Iorque. Fundou uma organização sediada no país onde nasceu voltada para as crianças que passam por dificuldade, como também ela passou.