sicnot

Perfil

País

Sindicatos esperam milhares de professores nas ruas

A plataforma sindical da Educação espera hoje em Lisboa milhares de professores e investigadores na manifestação convocada contra questões como o desgaste a que estão sujeitos os docentes, a municipalização, a mobilidade especial ou a prova de avaliação docente.

Arquivo

Arquivo

© Rafael Marchante / Reuters

"Os temas centrais desta manifestação são a exigência de medidas que atenuem o elevado desgaste a que estão sujeitos os docentes e investigadores no exercício da sua profissão, a exigência de um regime de aposentação que tenha em conta esse desgaste e também a exigência de suspensão do processo de municipalização em curso, contra o qual os professores, de forma esmagadora, têm vindo a pronunciar-se", declararam os sindicatos que integram a plataforma, em comunicado.

Os professores e investigadores concentram-se pelas 14:30 no Marquês de Pombal, em Lisboa, e começam pelas 15:00 a descer a Avenida da Liberdade, em direção aos Restauradores, onde termina o protesto.

Pelas 17:00, o secretário-geral da Federação Nacional dos Professores (Fenprof) fará uma intervenção perante os presentes, e será também votada uma moção que, "a ser aprovada, será enviada ao governo, aos grupos parlamentares e a diversas entidades".

  • As alterações na carta de condução que ajudam a poupar
    6:16
  • George H. Bush nos cuidados intensivos e mulher também hospitalizada

    Mundo

    O antigo Presidente dos Estados Unidos da América e a sua mulher estão hospitalizados em Houston, no Texas. George H. W. Bush foi admitido no sábado, devido a um problema respiratório derivado de pneumonia, enquanto Barbara Bush entrou esta quarta-feira no hospital, por sintomas de fadiga e tosse.

  • Nevão provocou corte de energia no centro dos EUA
    1:37

    Mundo

    Uma tempestade de neve no centro dos Estados Unidos da América provocou cortes no abastecimento de eletricidade, atrasos em voos e dificuldades na circulação rodoviária. Em Espanha, a descida das temperaturas levou à emissão de avisos em 30 províncias de norte a sul do país e deixou 27.700 alunos sem aulas em Valência.

  • Cadela sobrevive após engolir faca de cozinha

    Mundo

    Na Escócia, uma história de sobrevivência, no mínimo, bicuda. Uma cadela engoliu uma faca de cozinha com mais de 20 centímetros, manteve-a dentro de si durante algumas semanas mas sobreviveu, depois de ser operada de urgência..