sicnot

Perfil

País

Sindicatos esperam milhares de professores nas ruas

A plataforma sindical da Educação espera hoje em Lisboa milhares de professores e investigadores na manifestação convocada contra questões como o desgaste a que estão sujeitos os docentes, a municipalização, a mobilidade especial ou a prova de avaliação docente.

Arquivo

Arquivo

© Rafael Marchante / Reuters

"Os temas centrais desta manifestação são a exigência de medidas que atenuem o elevado desgaste a que estão sujeitos os docentes e investigadores no exercício da sua profissão, a exigência de um regime de aposentação que tenha em conta esse desgaste e também a exigência de suspensão do processo de municipalização em curso, contra o qual os professores, de forma esmagadora, têm vindo a pronunciar-se", declararam os sindicatos que integram a plataforma, em comunicado.

Os professores e investigadores concentram-se pelas 14:30 no Marquês de Pombal, em Lisboa, e começam pelas 15:00 a descer a Avenida da Liberdade, em direção aos Restauradores, onde termina o protesto.

Pelas 17:00, o secretário-geral da Federação Nacional dos Professores (Fenprof) fará uma intervenção perante os presentes, e será também votada uma moção que, "a ser aprovada, será enviada ao governo, aos grupos parlamentares e a diversas entidades".

  • Surto de hepatite A em Portugal
    2:45
  • A rã que brilha no escuro
    2:08
  • Indonésio encontrado dentro de cobra pitão

    Mundo

    Akbar Salubiro, de 25 anos, esteve perto de 24 horas desaparecido na remota ilha indonésia de Sulawesi. Acabou por ser encontrado um dia depois, no jardim da própria casa, dentro de uma pitão de 7 metros.

  • Relação de Portugal com Angola é "insubstituível"
    1:00

    País

    Paulo Portas considera que a relação de Portugal com Angola é insubstituível. Numa entrevista ao Jornal de Negócios, o ex vice-primeiro-ministro defende que o país deve ser profissional no relacionamento político com Luanda.

  • Abertura da lagoa de Santo André atrai surfistas e bodyboarders
    4:15
  • Tecnologia permite a tetraplégico mexer mão e braço

    Mundo

    Um homem que ficou tetraplégico num acidente voltou a mover-se com a ajuda da tecnologia e apenas usando o pensamento, num projeto de investigadores dos Estados Unidos divulgado esta terça-feira na revista especializada em medicina The Lancet.