sicnot

Perfil

País

Livre em terceiro congresso para lançar legislativas

O partido Livre, que concorre às legislativas com o movimento cidadão Tempo de Avançar, organiza hoje o terceiro congresso, em Lisboa, para dar voz aos seus candidatos a deputados, lançando-se assim na pré-campanha eleitoral.

Lusa

O cabeça de lista por Lisboa, Rui Tavares, antigo eurodeputado independente pelo BE, e a n.º2 pela capital, Ana Drago, estarão entre os oradores, a partir das 16:00, na Escola Secundária padre António Vieira, uma semana após as primárias que ordenaram as listas do partido que tem com símbolo uma papoila.

Entretanto, poderá também estar em cima da mesa a opção relativa às eleições presidenciais, podendo conhecer-se já o resultado do referendo interno aos subscritores, apoiantes e membros, realizado na sexta-feira, sobre se a nova força política deverá apoiar um candidato específico ao Palácio de Belém ou não e, em caso afirmativo, qual.

Este terceiro congresso, além do fundador (31 de janeiro de 2014, no Porto), não deverá contar com convidados especiais, como no caso do primeiro congresso (05 de outubro de 2014, em Sintra), no qual o secretário-geral socialista, António Costa, discursou.

Os trabalhos terão início pelas 10:00, ficando a parte da manhã reservada ao final do processo de revisão dos estatutos. Depois do almoço, estão previstas diversas intervenções por parte do grupo de contacto (órgão executivo), além da apresentação formal dos candidatos à Assembleia da República.

O futuro programa eleitoral da plataforma Livre/Tempo de Avançar será definitivamente votado na segunda convenção cidadã Tempo de Avançar, em setembro, mas os responsáveis vão avançar com uma proposta de programa para debate público ainda durante o mês de julho.

Lusa
  • Rui Tavares e Ana Drago encabeçam lista do Livre/Tempo de Avançar em Lisboa
    2:03

    País

    O antigo eurodeputado pelo Bloco de esquerda Rui Tavares e a ex-deputada bloquista Ana Drago vão encabeçar a lista da plataforma Livre/Tempo de Avançar para as eleições legislativas em Lisboa. Conhecidos os resultados das primárias na plataforma, Ana Drago diz que agora é tempo de pensar em política e fazer frente à coligação PSD/CDS-PP. Rui Tavares reafirma que a plataforma vai trazer mudança ao país.

  • Não houve negligência médica no caso do jovem em São José
    2:33

    País

    Afinal, não houve negligência médica no caso do jovem que morreu há cerca de um ano no Hospital de São José, vítima de um aneurisma. Esta é a conclusão da Ordem dos Médicos e dos peritos do Instituto de Medicina Legal. Segundo o jornal Expresso, todos os relatórios relatórios pedidos pelo Ministério Público e pelo Centro Hospitalar de Lisboa Central dizem que o corpo clínico do hospital não teve responsabilidades na morte de David Duarte.

  • Jovens estariam de fones e poderão não ter ouvido comboio a aproximar-se
    1:47

    País

    As adolescentes, de 13 e 14 anos, encontradas mortas junto à linha do norte perto de Coimbra podem não ter ouvido a aproximação do comboio, uma vez que estariam de auriculares. Os corpos só foram descobertos 36 horas depois do desaparecimento das jovens, aparentemente vítimas de um descuido fatal.

  • "Nobel é um incentivo para toda uma nação"
    1:19