sicnot

Perfil

País

Justiça venezuelana acusa dois homens que tentaram traficar droga em voo da TAP

O Ministério Público da Venezuela acusou hoje dois cidadãos venezuelanos que tentaram viajar na TAP com 3,6 quilos de cocaína, num voo entre Caracas e o Porto, de tráfico de droga.  

Armando Franca

Os passageiros em questão tentaram seguir, em 06 de maio último, no voo TP 178, entre o Aeroporto Internacional Simón Bolívar de Maiqueita e o Aeroporto Francisco Sá Carneiro, no Porto, para depois continuarem viagem até Madrid.

Em comunicado, o Ministério Público venezuelano explica que "segundo a investigação, naquele dia, oficiais da Guarda Nacional Bolivariana (polícia militar) encontravam-se a inspecionar a bagagem, através do raio X, quando detetaram irregularidades em quatro malas".

"Ao inspecionar a bagagem, detetaram que as pegas das malas continham cocaína, e por tal motivo Rafael Mejías e Nixón Rodríguez, proprietários da bagagem, foram detidos pelos oficiais castrenses e colocados à ordem do Ministério Público", explica o documento.

Os acusados encontram-se detidos no Internado Judicial de El Rodeo III, no Estado venezuelano de Miranda, a sudoeste da capital, Caracas.

Lusa

  • Atacantes usaram "tática defendida pelos extremistas do Daesh"
    1:43

    Ataque em Barcelona

    O ex-presidente do Observatório de Segurança, Criminalidade Organizada e Terrorismo esteve em direto, para a SIC Notícias, onde falou sobre o ataque desta quinta-feira nas Ramblas, em Barcelona. José Manuel Anes falou na tática defendida na revista dos extremistas do Daesh e que foi usada neste ataque: a utilização de viaturas "de preferência as mais pesadas para matar o maior número de pessoas".