sicnot

Perfil

País

Maioria chumba requerimento do PS para ouvir ministra da Administração Interna

A maioria PSD/CDS-PP chumbou hoje na comissão de Assuntos Constitucionais o requerimento do PS para ouvir com carater de urgência a ministra da Administração Interna sobre as negociações do novo estatuto profissional dos agentes da PSP.

(Arquivo)

(Arquivo)

Lusa

O deputado do PSD Carlos Abreu Amorim justificou o voto contra com uma recomendação da conferência de líderes parlamentares para que não fosse requerida a presença de membros do Governo a não ser em casos excecionais, como de calamidade, e quando fosse necessário à conclusão de um processo legislativo.

O presidente da comissão, Fernando Negrão (PSD), disse não ter recebido essa recomendação da conferência de líderes, o que foi também referido pelo deputado do PS Jorge Lacão, que não aceitou retirar o requerimento, como Carlos Abreu Amorim chegou a propor.

Antes, Jorge Lacão tinha apresentado o requerimento afirmando que a presença da ministra da Administração Interna, Anabela Rodrigues, era necessária não só para esclarecer questões relacionadas com a PSP, mas também com a GNR e o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras.

No requerimento, o PS argumentou que o processo de negociação do novo estatuto profissional da PSP "tem vindo a ser fortemente criticado por diferentes sindicatos".

"Para além de discordâncias relativamente ao conteúdo das alterações, sindicatos envolvidos no processo negocial (ora terminado) protestam contra o procedimento e a forma como o mesmo foi conduzido e contestam frontalmente o comportamento da senhora ministra da Administração Interna. Conforme atestam várias posições assumidas publicamente, o descontentamento e desmotivação da polícia, provocados pela proposta de novo estatuto profissional, são patentes e merecem preocupação pelas potenciais implicações negativas na organização e eficácia das políticas de segurança do país", justifica a bancada socialista.

Ainda acordo com o PS, "permanece uma autêntica nebulosa a situação da revisão do estatuto profissional da GNR", razão pela qual também importa ouvir as explicações da ministra da Administração Interna.

Lusa

  • "Fiz coisas de que me envergonho"
    2:31
  • Portugal é o segundo país da Europa com mais emigrantes
    1:39

    País

    São 2,3 milhões os portugueses que vivem no estrangeiro, ou seja, 22% da população. O último relatório do Observatório da Emigração relativo a 2015 mostra que se manteve o mesmo número de saídas de Portugal para o estrangeiro registadas no pico atingido em 2013: acima das 110 mil por ano. O Reino Unido é o principal país de destino.

  • Descoberta produção de canábis em abrigo nuclear 

    Mundo

    A polícia britânica descobriu, no sul de Inglaterra, um antigo abrigo nuclear subterrâneo adaptado à produção de canábis em grande escala. A operação levou à detenção de cinco homens e um adolescente de 15 anos. Foram também apreendidas milhares de plantas de canábis.

  • Carnaval na Almirante Reis
    2:39

    País

    Lisboa também celebra o Carnaval e esta manhã mais de três mil crianças participaram num desfile pela Avenida Almirante Reis, alunas de escolas públicas e privadas de 24 nacionalidades. Na freguesia de Arroios vivem estrangeiros de 79 nacionalidades.