sicnot

Perfil

País

GNR prende 179 pessoas no fim-de-semana, maioria por álcool

Quase 200 pessoas foram detidas pela GNR só no passado fim-de-semana, a grande maioria por conduzir alcoolizada, informou hoje a corporação em comunicado

(SIC/ Arquivo)

No decorrer das operações do fim-de-semana, em quase todo o país, foram detidas precisamente 179 pessoas, 126 por condução sob efeito de álcool, 28 por condução sem carta, cinco por tráfico de estupefacientes e duas por posse de armas proibidas.

Foram ainda detidas mais duas pessoas por furto e mais uma por violência doméstica.

Na mesma altura, segundo o comunicado, foram apreendidas 2.585 doses de haxixe, 37 de cocaína, 10 de heroína, 12 pés de cannabis, três armas de fogo, duas armas brancas, dois automóveis e mais de mil euros em dinheiro.

A GNR fiscalizou 7.879 condutores e detetou 2.447 infrações, a maior parte excessos de velocidade.

No âmbito de uma denominada operação "Moto" a GNR intensificou de sexta-feira a domingo a fiscalização de motociclos, tendo detido 17 condutores. A falta de carta e o excesso de álcool foram as principais causas.

Segundo também um comunicado da GNR foram fiscalizados 5.078 motociclistas. Foram detetados 38 com deficiente iluminação e sinalização, 30 sem seguro e noutros oito falta ou incorreta posição do capacete.

Lusa

  • Manuel Valls diz que Trump fez declaração de guerra à Europa

    Mundo

    O antigo primeiro-ministro francês Manuel Valls, aspirante a candidato socialista às presidenciais deste ano, considerou esta segunda-feira como uma "declaração de guerra" as afirmações do futuro Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, sobre a União Europeia.

  • Morreu o último homem que pisou a Lua

    Mundo

    O astronauta norte-americano Eugene Cernan, o último homem a pisar a Lua, morreu esta segunda-feira aos 82 anos, informou a agência espacial norte-americana, NASA.

  • Novo motim em prisão brasileira do Rio Grande do Norte

    Mundo

    Um motim ocorreu esta segunda-feira de madrugada numa prisão do estado brasileiro de Rio Grande do Norte, sem fazer feridos ou mortos, depois de uma rebelião numa outra prisão do mesmo estado ter feito 26 mortos no fim de semana.

  • Cheias e derrocadas destroem várias casas no Peru
    0:42

    Mundo

    Um deslizamento de terras seguido de uma inundação destruiu várias casas no Peru. As imagens mostram o momento em que o deslizamento acontece e o caos que se gerou. O trânsito ficou cortado e as inundações que se seguiram obrigaram várias pessoas a abandonar as suas habitações.