sicnot

Perfil

País

GNR prende 179 pessoas no fim-de-semana, maioria por álcool

Quase 200 pessoas foram detidas pela GNR só no passado fim-de-semana, a grande maioria por conduzir alcoolizada, informou hoje a corporação em comunicado

(SIC/ Arquivo)

No decorrer das operações do fim-de-semana, em quase todo o país, foram detidas precisamente 179 pessoas, 126 por condução sob efeito de álcool, 28 por condução sem carta, cinco por tráfico de estupefacientes e duas por posse de armas proibidas.

Foram ainda detidas mais duas pessoas por furto e mais uma por violência doméstica.

Na mesma altura, segundo o comunicado, foram apreendidas 2.585 doses de haxixe, 37 de cocaína, 10 de heroína, 12 pés de cannabis, três armas de fogo, duas armas brancas, dois automóveis e mais de mil euros em dinheiro.

A GNR fiscalizou 7.879 condutores e detetou 2.447 infrações, a maior parte excessos de velocidade.

No âmbito de uma denominada operação "Moto" a GNR intensificou de sexta-feira a domingo a fiscalização de motociclos, tendo detido 17 condutores. A falta de carta e o excesso de álcool foram as principais causas.

Segundo também um comunicado da GNR foram fiscalizados 5.078 motociclistas. Foram detetados 38 com deficiente iluminação e sinalização, 30 sem seguro e noutros oito falta ou incorreta posição do capacete.

Lusa

  • Tiroteio no Mississipi provoca oito mortos
    1:23

    Mundo

    Oito pessoas morreram, incluindo um polícia, depois de um tiroteio no estado norte-americano do Mississipi, nos Estados Unidos da América. O suspeito, um homem de 36 anos, já foi detido, mas as autoridades dizem que ainda é cedo para saber os motivos.

  • Portugal vai voltar a poder levantar a voz em Bruxelas
    1:40

    Economia

    Carlos Moedas diz que Portugal vai voltar a poder levantar a voz em Bruxelas a propósito da saída do procedimento por défice excessivo. Em entrevista ao Diário de Notícias e à TSF, o comissário europeu levanta dúvidas sobre a renegociação da dívida e garante que a escolha de Mário Centeno para a liderança do Eurogrupo vai depender do entendimento dos países do euro.

  • Trump adia decisão sobre permanência nos acordos de Paris
    1:48
  • Polícia usa gás lacrimogéneo para dispersar manifestantes contra cimeira do G7
    2:28

    Mundo

    A cimeira do G7 terminou este sábado com confrontos entre manifestantes e a polícia na ilha italiana da Sicília e sem o compromisso de Donald Trump sobre o Acordo de Paris para a redução de emissões de dióxido de carbono. O Presidente dos EUA fez saber na rede social Twitter que vai tomar a decisão final durante a próxima semana.