sicnot

Perfil

País

Antigos gestores de empresas do grupo Lena continuam a ser interrogados

Os dois antigos administradores de empresas ligadas ao grupo Lena continuam hoje a ser ouvidos no Tribunal Central de Instrução Criminal, em Lisboa. São suspeitos de branqueamento de capitais e fraude na obtenção de subsídios do Estado.

Em 2006, a Caixa Geral de Depósitos comprou 25% do capital do empreendimento Vale do Lobo por 500 milhões de euros. Um ano depois, fez uma parceria com a Lena Construções para a construção de imobiliário. (Arquivo)

Em 2006, a Caixa Geral de Depósitos comprou 25% do capital do empreendimento Vale do Lobo por 500 milhões de euros. Um ano depois, fez uma parceria com a Lena Construções para a construção de imobiliário. (Arquivo)

SIC

Os dois homens detidos na terça-feira pela Polícia Judiciária são suspeitos de branqueamento de capitais e fraude na obtenção de subsídios do Estado para projetos ligados às energias renováveis.

A operação conduzida plo Departamento Central de Investigação e Acção Penal envolveu buscas a casas, empresas e escritórios de advogados nas regiões de Leiria, Lisboa e Alentejo.

A investigação envolve cerca de 10 empresas que terão recebido 15 milhões de euros para falsos projetos que não saíram do papel.

  • Gestores de duas empresas do grupo Lena interrogados em tribunal
    1:28

    País

    São hoje interrogados os dois antigos administradores de empresas ligadas ao grupo Lena que foram detidos ontem. Terão recebido 15 milhões de euros em subsídios do estado para projectos que, afinal, eram falsos. A operação foi desencadeada ontem e envolveu buscas em cerca de 20 locais.

  • Buscas e duas detenções por suspeitas de desvio de subsídios

    País

    Está a decorrer uma operação da Policia Judiciária e Ministério Publico na zona da Grande Lisboa. Foram já feitas cerca de 20 buscas a empresas do grupo Lena. Dois empresários foram detidos, um deles pertence a este grupo empresarial. Em causa estão crimes de fraude na obtenção de subsídios e branqueamento de capitais.

  • João Galamba deixa de ser porta-voz do PS

    País

    João Galamba vai deixar de ser porta-voz do PS e de integrar a comissão permanente do partido. A nova porta-voz dos socialistas vai ser Maria Antónia Almeida Santos, que já integrava a comissão independente, órgão de direção política do PS.

  • Mariano Rajoy não vai convocar eleições antecipadas
    1:24

    Mundo

    O governo espanhol está por um fio por causa de um processo de corrupção a envolver dirigentes do PP. O PSOE apresentou uma moção de censura e o Ciudadanos pede eleições antecipadas. O chefe do governo, Mariano Rajoy, já disse que não vai convocar eleições.