sicnot

Perfil

País

PSD e CDS entregam processo para legalização da coligação no Constitucional

PSD e CDS-PP entregaram esta segunda-feira no Tribunal Constitucional o processo de legalização e registo formal da coligação Portugal à Frente para as eleições legislativas, divulgaram em comunicado.

A coligação aprovará as listas conjuntas à Assembleia da República no dia 30 de julho, em conselhos nacionais dos dois partidos, os órgãos máximos entre Congressos. (Arquivo)

A coligação aprovará as listas conjuntas à Assembleia da República no dia 30 de julho, em conselhos nacionais dos dois partidos, os órgãos máximos entre Congressos. (Arquivo)

Armando Franca / AP

O processo foi entregue pelo secretário-geral do PSD, José Matos Rosa, e pelo secretário-geral do CDS-PP, António Carlos Monteiro.

A coligação aprovará as listas conjuntas à Assembleia da República no dia 30 de julho, em conselhos nacionais dos dois partidos, os órgãos máximos entre Congressos.

Continua por divulgar a data de apresentação pública da versão final do programa eleitoral da coligação PSD/CDS-PP - que, há cerca de um mês, tinha sido remetida por Pedro Passos Coelho para "o final de junho".

No dia 25 de Abril, o primeiro-ministro e presidente do PSD, Pedro Passos Coelho, e o vice-primeiro-ministro e presidente do CDS-PP, Paulo Portas, assinaram um compromisso para uma coligação entre os respetivos partidos nas legislativas.

No dia 3 de junho, PSD e CDS-PP apresentaram um documento intitulado "Portugal no caminho certo", com as "linhas de orientação geral para a elaboração do programa eleitoral" da coligação, associado a uma "carta de garantias", documentos que foram há duas semanas aprovados pelos conselhos nacionais dos partidos.

Lusa

  • "A vitória de Bruno de Carvalho pode ser uma vitória de Pirro"
    1:01
    O Dia Seguinte

    O Dia Seguinte

    2ªFEIRA 21:50

    As eleições para a presidência do Sporting realizam-se no próximo sábado e os comentadores d'O Dia Seguinte avaliaram já as hipóteses de vitória dos candidatos. Rui Gomes da Silva considera que a gravação que implicava José Maria Ricciardi não vai influenciar a decisão de voto. Já Paulo Farinha Alves acredita que Bruno de Carvalho vai vencer a eleição. Contudo José Guilherme Aguiar avisa as eleições podem não trazer estabilidade ao Sporting.

  • SIC revela relatório que provava falência do GES
    2:06
  • Sócrates acusa Cavaco de conspiração
    0:57
  • Bomba encontrada na Nazaré pode ter sido largada durante 2.ª Guerra Mundial
    2:26

    País

    A bomba que esta segunda-feira veio nas redes de um arrastão na Nazaré já foi detonada. O engenho explosivo foi identificado como uma bomba de avião por especialistas da Marinha, que eliminaram também o perigo equivalente a 600 quilogramas de TNT. A bomba sem qualquer inscrição tinha um desgaste evidente e, segundo a Marinha, pode ter sido largada de um avião durante a 2.ª Guerra Mundial.

  • Vulcão Etna em erupção
    1:34
  • "Geringonça" elogiada na Europa e EUA
    4:22
  • Como a maioria de Esquerda gere as votações
    2:15

    País

    A gestão entre os partidos é feita diariamente mas nem sempre PCP e Bloco de Esquerda têm votado ao lado do Governo. A SIC ouviu um politólogo, que diz que o objetivo é cada um salientar as diferenças que os separam do PS. No entanto, também há exemplos que provam que nenhum dos partidos quer pôr em causa a estabilidade política.