sicnot

Perfil

País

Ferido grave em queda de asa delta em Mira encontra-se estável

O cidadão francês que, no domingo, sofreu ferimentos graves na queda de uma asa delta com motor na praia do Poço da Cruz, a norte da povoação da Praia de Mira, Coimbra, está estável, disse à Lusa fonte hospitalar.

No local estiveram os bombeiros voluntários de Mira, uma viatura médica de emergência e reanimação (VMER) e uma ambulância de Suporte Imediato de Vida (SIV) do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) e meios da Capitania do Porto de Aveiro, num total de 21 operacionais e dez veículos.

No local estiveram os bombeiros voluntários de Mira, uma viatura médica de emergência e reanimação (VMER) e uma ambulância de Suporte Imediato de Vida (SIV) do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) e meios da Capitania do Porto de Aveiro, num total de 21 operacionais e dez veículos.

SIC

Fonte do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC) disse que a vítima foi internada politraumatizada e se encontra "hemodinamicamente estável", não adiantando mais pormenores sobre o seu estado de saúde.

O acidentado, com cerca de 25 anos de idade, era um dos ocupantes da asa delta, que caiu domingo no areal, junto ao mar, cerca das 17:00, e provocou a morte a um homem de 48 anos, português, emigrante em França, com residência na Praia de Mira.

No local estiveram os bombeiros voluntários de Mira, uma viatura médica de emergência e reanimação (VMER) e uma ambulância de Suporte Imediato de Vida (SIV) do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) e meios da Capitania do Porto de Aveiro, num total de 21 operacionais e dez veículos.

Lusa

  • Temperaturas sobem no fim de semana, risco de incêndio aumenta
    1:08
  • Reveladas escutas telefónicas entre Sócrates e Ricardo Salgado
    2:39

    Operação Marquês

    Após ser detido em 2014, Ricardo Salgado recebeu uma chamada de José Sócrates a dar o seu apoio. Nas escutas é possível perceber que o antigo primeiro-ministro fala de admiração pelo ex-banqueiro, depois de Sócrates ter garantido, na semana passada na RTP, que a relação com Ricardo Salgado era apenas institucional. Noutra conversa de Sócrates, desta vez com o advogado Daniel Proença de Carvalho, o ex-primeiro-ministro criticou Marcelo Rebelo de Sousa, quando este ainda era comentador e tinha comentado a queda do BES.