sicnot

Perfil

País

Erro obriga professores a devolverem subsídio de desemprego

Um erro das câmaras municipais vai obrigar os professores ao reembolso do subsídio de desemprego.

(Arquivo)

(Arquivo)

LUSA

De acordo com o Jornal de Notícias, algumas câmaras como Braga, Porto, Guimarães e Matosinhos fizeram uma contagem incorreta do tempo de serviço de professores das atividades extracurriculares.


Isto tudo porque as autarquias não declararam os descontos conforme um decreto lei instituído no ínicio de 2011, o que levou alguns professores a receberem um subsídio de desemprego superior aos salários.


Vários docentes estão a ser contactados pla segurança social para retificarem o número de dias de trabalho declarado entre janeiro de 2011 e junho de 2013. E em alguns dos casos, os reembolsos do subsídio recebido podem chegar aos 7 mil euros.


Em Braga, o vereador da CDU, Carlos Almeida, propôs que a câmara assumisse o valor dos reembolsos, uma proposta que acabou por não ser aprovada.

  • Primeiro-ministro admite que retatório sobre Tancos possa ser "fabricado"
    2:06

    País

    O primeiro-ministro garante que o relatório divulgado pelo Expresso sobre o desaparecimento de armas em Tancos não é de nenhum organismo oficial e admite até que possa ser fabricado. Costa critica ainda o líder do PSD por ter comentado uma notícia que não confirmou. As Forças Armadas também negaram a existência de qualquer relatório sobre Tancos que o jornal reafirma existir e ser verdadeiro.

  • Maratona da democracia em Barcelona
    1:18

    Mundo

    Na Catalunha, milhares de pessoas alimentam o braço de ferro com Madrid. Em Barcelona decorre a maratona pela democracia, na Praça da Universidade. A iniciativa repete-se noutros 300 municípios da região.

  • Atrás das Câmaras em Pedrógão Grande
    3:37
    Atrás das Câmaras

    Atrás das Câmaras

    DIARIAMENTE NA SIC E SIC NOTÍCIAS

    A carrinha do "Atrás das Câmaras" continua pelo país a mostrar aquilo que alguns políticos ignoram. Este sábado a equipa da SIC esteve em Pedrógão Grande, 99 dias após o incêndio que fez 64 mortos e 200 feridos.

  • Morreu Charles Bradley, uma das lendas do soul

    Cultura

    O cantor Charles Bradley morreu este sábado aos 68 anos. O músico norte-americano foi diagnosticado com cancro no ano passado. A notícia da morte foi confirmada na página oficial do cantor no Facebook.