sicnot

Perfil

País

Jardim lisboeta do Torel volta a ter praia em agosto

A praia urbana no jardim do Torel, em Lisboa, reabre em agosto, preparada para um aumento do número de visitantes graças a uma máquina de bombagem da piscina maior, disse à Lusa o presidente da junta de Santo António.

Tiago Petinga

"A máquina é maior para ter um uso mais intensivo. Gosto de jogar pelo seguro e como era para haver mais praias [na cidade] e não houve, foi uma opção", explicou Vasco Morgado.

Inaugurada no ano passado, a praia urbana do Torel recebeu mais de 80 mil pessoas.

Além da máquina de bombagem ser maior, algumas regras foram "mexidas e melhoradas", passando a ficar escrito que "é proibido entrar com vestuário dentro de água", indicou.

Vasco Morgado destacou ainda como novidades para este ano uma "biblioteca", a projeção de filmes dos anos 1980 e uma esplanada maior.

"A Chiado Editora vai estar na praia e quem quiser ler um livro vai buscar e entrega à saída e vamos ter também a projeção de filmes ao sábado à noite, começando pelo 'Flash Gordon' e passando pelo 'Lagoa Azul', 'Splash', 'A Sereia', 'Top Gun' e 'Os Goonies'", disse.

As bolas de Berlim, os gelados, os chapéus-de-sol e os nadadores-salvadores vão manter-se na praia, que terá também escalada e aulas de 'fitness' e zumba aos sábados.

A segunda época balnear na praia urbana do Torel é inaugurada oficialmente na sexta-feira à tarde, mas as portas vão estar abertas de manhã para quem quiser aproveitar o sol e banhar-se no lago com profundidade entre 90 centímetros e 1,50 metros (com capacidade total para 50 pessoas em simultâneo).

De entrada gratuita, a praia vai ficar a funcionar até 31 de agosto, das 10:00 às 20:00, horário que se prolonga até às 00:00 aos sábados por causa da projeção dos filmes.

Lusa

  • Há praia em Lisboa
    2:16

    País

    Lisboa, cidade à beira-rio, está a preparar-se para os dias quentes de Verão. E não vão faltar espaços refrescantes. Ribeira das Naus, Jardim do Torel, Belém e Benfica vão estar preparados para refrescar quem por lá passar.

  • "Foi um golpe muito forte"
    1:41
  • Não me parece o melhor princípio político, mas percebo que António Costa queira ter junto de si, sobretudo em tempos difíceis, os mais próximos. Os homens de confiança pessoal e política. Em plena tempestade, o primeiro-ministro chamou dois amigos de longa data, ex-colegas da Faculdade de Direito, Eduardo Cabrita e Pedro Siza Vieira. E eles não disseram que não.

    Bernardo Ferrão

  • SIC acompanhou Francisco George no último dia como diretor-geral da Saúde
    6:20