sicnot

Perfil

País

Banhista morre em praia não vigiada do concelho de Óbidos

Um homem, de 41 anos, afogou-se esta quinta-feira quando tomava banho no mar da praia do Bom Sucesso, uma praia não vigiada a sul da Foz do Arelho, no concelho de Óbidos, disse o capitão do porto de Peniche.

O homem encontrava-se a tomar banho numa zona sem vigilância balnear e considerada perigosa da praia do Bom Sucesso, a sul da Foz do Arelho, que divide os concelhos de Caldas da Rainha a norte e Óbidos a sul. (Arquivo)

O homem encontrava-se a tomar banho numa zona sem vigilância balnear e considerada perigosa da praia do Bom Sucesso, a sul da Foz do Arelho, que divide os concelhos de Caldas da Rainha a norte e Óbidos a sul. (Arquivo)

© Rafael Marchante / Reuters

Pedro Vinhas Silva disse à agência Lusa que, pelas 11:40, foi dado o alerta de um "homem inanimado na zona da rebentação".

Quando as autoridades chegaram ao local, a vítima estava já a ser assistida por populares e foi depois foi sujeita a manobras de reanimação pelos bombeiros de Óbidos.

Os esforços de reanimação começaram na praia e prolongaram-se no percurso até à urgência Caldas da Rainha do Centro Hospitalar do Oeste, onde deu entrada e veio a morrer.

O homem encontrava-se a tomar banho numa zona sem vigilância balnear e considerada perigosa da praia do Bom Sucesso, a sul da Foz do Arelho, que divide os concelhos de Caldas da Rainha a norte e Óbidos a sul.

Trata-se da primeira morte na área de jurisdição da capitania de Peniche, que começa a norte nas praias do concelho de Caldas de Rainha, distrito de Leiria, e termina a sul nas praias do concelho de Torres Vedras, distrito de Lisboa.

Lusa

  • Tiroteio no Mississipi provoca oito mortos
    1:23

    Mundo

    Oito pessoas morreram, incluindo um polícia, depois de um tiroteio no estado norte-americano do Mississipi, nos Estados Unidos da América. O suspeito, um homem de 36 anos, já foi detido, mas as autoridades dizem que ainda é cedo para saber os motivos.

  • Portugal vai voltar a poder levantar a voz em Bruxelas
    1:40

    Economia

    Carlos Moedas diz que Portugal vai voltar a poder levantar a voz em Bruxelas a propósito da saída do procedimento por défice excessivo. Em entrevista ao Diário de Notícias e à TSF, o comissário europeu levanta dúvidas sobre a renegociação da dívida e garante que a escolha de Mário Centeno para a liderança do Eurogrupo vai depender do entendimento dos países do euro.

  • Trump adia decisão sobre permanência nos acordos de Paris
    1:48
  • Polícia usa gás lacrimogéneo para dispersar manifestantes contra cimeira do G7
    2:28

    Mundo

    A cimeira do G7 terminou este sábado com confrontos entre manifestantes e a polícia na ilha italiana da Sicília e sem o compromisso de Donald Trump sobre o Acordo de Paris para a redução de emissões de dióxido de carbono. O Presidente dos EUA fez saber na rede social Twitter que vai tomar a decisão final durante a próxima semana.