sicnot

Perfil

País

Viatura acidentada em Espanha dirigia-se para Vila Real

A viatura envolvida hoje num acidente com um camião, perto de Zamora, Espanha, do qual resultou a morte de três crianças portuguesas, tinha saído de Toulouse, França, e dirigia-se para a vila de Murça, distrito de Vila Real.

A informação foi avançada à agência Lusa pelo secretário de Estado das Comunidades Portuguesas, José Cesário, que acrescentou ter informação de que o condutor do automóvel, internado em Espanha em estado grave, era o pai das três vítimas mortais, de quatro, oito e 12 anos.

José Cesário disse ainda que uma menina, de 13 anos, que também seguia na mesma viatura, era de nacionalidade francesa, e também está internada.

De acordo com o serviço de emergências da Junta de Castilla y Leon, o homem, de 35 anos, está na Unidade de Cuidados Intensivos do Hospital Virgen de la Concha, que integra o Complexo Assistencial de Zamora, com "prognóstico grave", enquanto a menina está internada na pediatria com "prognóstico ligeiro".

O governante presume que a família portuguesa seja emigrante em França, e que estaria a viajar para Portugal para passar as férias de agosto. José Cesário garantiu também que o seu gabinete está a acompanhar a situação.

O secretário de Estado das Comunidades adiantou ainda que o motorista do veículo pesado também é de nacionalidade portuguesa e que se dirigia para a Holanda.

O homem, que saiu ileso, está a receber "apoio psicológico", segundo José Cesário.

As três crianças portuguesas morreram hoje quando o carro em que seguiam colidiu com um camião ao quilómetro 482 da autoestrada N-122, perto de Cerezal de Aliste, província de Zamora, no noroeste do país.

A estrada em que seguiam, a Nacional 122, é habitualmente usada por emigrantes que vêm a Portugal passar as férias.

O acidente aconteceu por volta das 10:40 (09:40, hora de Lisboa) junto a Cerezal de Aliste.

O carro em que as crianças vinham, um Opel Zafira, colidiu com um camião carregado de pneus, que se incendiou.

As chamas passaram para uma zona de pasto próxima, o que obrigou à intervenção dos bombeiros.

As autoridades de emergência sanitária da região deslocaram para o local do acidente um helicóptero médico, uma viatura médica de emergência, duas ambulâncias de suporte vital e um Ponto de Cuidados Continuados (PAC) do Centro de Saúde de Muelas del Pan (Cerezal de Ariste).

Lusa

  • Michelle Obama partilhou momento de despedida da Casa Branca
    1:43
  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.

  • Trabalhadores da saúde iniciam greve nacional

    País

    Trabalhadores da saúde estão esta sexta-feira a cumprir uma greve a nível nacional para reivindicar a admissão de novos profissionais, exigir a criação de carreiras e a aplicação das 35 horas semanais a todos os funcionários do setor.

  • Portugal a tremer de frio
    3:07

    País

    Portugal continua a registar temperaturas negativas, sobretudo no Norte do país. Em Trás-os-Montes, por exemplo, marcaram mínimas de 11 graus abaixo de zero e os termómetros desceram tanto que congelaram rios, canalizações de água e até aquecimentos de escolas. Mas nem tudo é mau pois os produtores falam em boa época para curar fumeiro.

  • Juiz brasileiro morto em acidente aéreo investigava corrupção na Petrobras
    1:28
  • Zoo da Indonésia acusado de querer matar ursos à fome

    Mundo

    Um grupo de ativistas da Indonésia acusa o Jardim Zoológico de Bandung de estar a matar à fome os seus animais, incluindo os ursos-do-sol, para ser fechado. Um vídeo recentemente publicado mostra os ursos, que aparecem muito magros e a implorar por comida.

  • Podem as plantas ver, ouvir e até reagir?

    Mundo

    Um professor de Ciências Vegetais da Universidade de Missouri, nos Estados Unidos, passou quatro décadas a investigar as relações entre vegetais e insetos. Na visão de Jack Schultz, as plantas são "como animais muito lentos", que conseguem ver, ouvir, cheirar e até têm comportamentos próprios.