sicnot

Perfil

País

Novo diretor de campanha do PS promete "campanha sóbria"

O novo diretor de campanha do PS para as legislativas, Duarte Cordeiro, prometeu hoje uma "campanha sóbria", com muitas iniciativas de rua, considerando que será no contacto direto com os eleitores que se reforçará o apoio no partido.

Vários cartazes do PS para ilustrar que o desemprego tem uma face foram contestados pelas pessoas que aparecem nos 'outdoors', que afirmam não terem dado autorização para a sua cara ser usada naquela campanha. (Arquivo)

Vários cartazes do PS para ilustrar que o desemprego tem uma face foram contestados pelas pessoas que aparecem nos 'outdoors', que afirmam não terem dado autorização para a sua cara ser usada naquela campanha. (Arquivo)

SIC

"Teremos uma campanha sóbria, mas com alegria e confiança no futuro de Portugal, apostando no esclarecimento cabal das eleitoras e dos eleitores. Para tal, iremos motivar muitas iniciativas de rua que envolvam todo o Partido e todos os candidatos. Será pelo contacto directo com o maior número de pessoas que reforçaremos o apoio ao PS", lê-se num 'post' publicado por Duarte Cordeiro na sua página na rede social Facebook.

Duarte Cordeiro, que foi designado no domingo pelo secretário-geral do PS como novo diretor de campanha na sequência da demissão de Ascenso Simões do cargo, depois das polémicas em torno dos 'outdoors' dos socialistas, começa o 'post' explicando que aceitou o convite de António Costa "com o sentido de missão de quem tem a noção de que estas eleições são absolutamente decisivas para o futuro do país".

"As candidatas e os candidatos do PS - pela sua grande renovação, diversidade e qualidade - são uma garantia de que todo o PS está preparado para os desafios que o futuro nos coloca", sublinha.

No mesmo 'post', no qual não é feita qualquer referência à polémica dos cartazes, Duarte Cordeiro deixa ainda "uma palavra de reconhecimento e de consideração" ao anterior diretor de campanha do PS Ascenso Simões, sublinhando que o seu "trabalho, militância e responsabilidade merecem a sincera gratidão de todos os socialistas" e que "todo o PS" continuará a contar com a sua "capacidade e determinação".

"É o nosso cabeça de lista em Vila Real e tenho a certeza que nos permitirá aspirar a um excelente resultado", acrescenta.

Duarte Cordeiro, que é vice-presidente da câmara de Lisboa e será substituído no cargo durante o período de campanha, com o presidente da autarquia, Fernando Medina, a assumir os pelouros que tinha, termina a mensagem no facebook pedindo aos socialistas que se envolvam na campanha e frisando que "todo o PS é importante e determinante neste combate".

A agência Lusa tentou contactar o novo diretor de campanha do PS, mas tal não foi possível até ao final da manhã.

Para esta manhã chegou a estar agendada uma conferência de imprensa de Ascenso Simões para apresentar o jornal de campanha de praia, abertura redes sociais e novos cartazes, mas a iniciativa foi cancelada no domingo.

O primeiro 'outdoor' do PS a gerar controvérsia falava em "tempo de confiança e foi motivo de críticas e montagens nas redes sociais.

Na semana passada, foram conhecidos novos cartazes ilustrando histórias de desemprego e, também esses acabaram por levantar polémica.

Num dos casos, porque o cartaz realçava uma mulher que tinha perdido o emprego durante o último Governo de José Sócrates, noutro, porque as pessoas que aparecem nos 'outdoors' afirmam não terem dado autorização para a sua cara ser usada naquela campanha, acrescentando que as histórias a que são associados não correspondem à verdade, segundo noticiou o Observador.

Na sexta-feira, o PS já tinha pedido desculpas públicas às pessoas envolvidas nos cartazes do partido e "solicitou esclarecimentos pormenorizados aos fornecedores e prestadores de serviços, bem como todas as informações necessárias a que se possa avaliar o procedimento seguido".

Lusa

  • Equipa da SIC impedida de entrar na Venezuela

    País

    A SIC tinha uma equipa a caminho da Venezuela para cobrir as eleições da Assembleia Constituinte que decorrem no domingo. No entanto o jornalista Luís Garriapa e o repórter de imagem Odacir Junior foram impedidos de entrar no país. A equipa de reportagem foi barrada à chegada ao aeroporto de Caracas.

  • "Fomos considerados inadmissíveis no território da Venezuela"
    4:43

    País

    O jornalista Luís Garriapa entrou em direto no Jornal da Noite, para explicar o que aconteceu esta quinta-feira, no aeroporto de Caracas. A equipa de reportagem de SIC foi impedida de entrar na Venezuela, onde ia cobrir as eleições da Assembleia Constituinte, marcadas para domingo.

  • Oposição alarga protesto e anuncia "tomada da Venezuela"

    Mundo

    A oposição venezuelana recusou esta quinta-feira a proibição de manifestações decretada pelo Governo e avisou que, em resposta, ampliará o protesto previsto para sexta-feira, passando de uma "tomada de Caracas" para uma "tomada da Venezuela".

  • Marcelo lembra como foi tratada a tragédia durante a ditadura
    2:25

    Tragédia em Pedrógão Grande

    Marcelo Rebelo de Sousa não quis comentar diretamente a polémica em torno da lista das vítimas mortais de Pedrógão Grande, mas recorreu às cheias de 1967 para lembrar como as tragédias eram tratadas no tempo da ditadura. O Presidente da República defendeu que não é possível esconder a dimensão de uma tragédia num regime democrático. Há 50 anos, Marcelo Rebelo de Sousa acompanhou de perto a forma como o regime tentou esconder a verdadeira dimensão do incidente.

  • Ministra admite falhas no SIRESP no presente e no passado
    2:35

    País

    A ministra da Administração Interna admitiu, esta quinta-feira, que o SIRESP falha no presente tal como já falhou no passado, quando a tutela pertencia ao Governo PSD. Os sociais-democratas quiserem ouvir Constança Urbano de Sousa na comissão parlamentar mas desta vez a ministra defendeu-se com um ataque. 

  • À descoberta de Dago, o destroço mais visitado em mergulho de profundidade
    13:51
  • Uma viagem aérea pela aldeia histórica de Monsanto
    0:50
  • Quase três mil toneladas de plástico ameçam tartarugas no Mediterrâneo
    2:35

    Mundo

    O Mar Mediterrâneo está sob a ameaça de se tornar uma lixeira com três mil toneladas de plástico a flutuarem entre a Europa e África. Há milhões de turistas a nadarem nestas águas e há espécies marinhas que já estão em perigo. No Chipre, os cientistas estão a tentar proteger tartarugas, cuja alimentação já é quase totalmente de plástico.

  • Deputado da Malásia diz que negar sexo ao marido é uma forma de abuso

    Mundo

    Um deputado malaio tem sido alvo de algumas críticas na internet, depois de ter dito que negar sexo a maridos é uma forma de abuso psicológico e emocional por parte das mulheres. As declarações de Che Mohamad Zulkifly Jusoh foram feitas durante um debate sobre as alterações às leis de violência doméstica, na quarta-feira.

    SIC