sicnot

Perfil

País

Morreu militar sérvio que cumpria pena por crimes de guerra em Portugal

A Direção-Geral dos Serviços Prisionais portugueses confirmou esta segunda-feira a morte de um antigo militar sérvio condenado por crimes de guerra durante o conflito dos Balcãs, que cumpria pena em Portugal.

Mile Mrksic tinha 68 anos e morreu ontem num hospital público, vítima de doença prolongada. (Arquivo)

Mile Mrksic tinha 68 anos e morreu ontem num hospital público, vítima de doença prolongada. (Arquivo)

Mile Mrksic tinha 68 anos e morreu ontem num hospital público, vítima de doença prolongada.

O sérvio cumpria uma pena na cadeia de alta segurança de Monsanto. O ex-oficial do Exército entregou-se ao Tribunal Internacional para a antiga jugoslávia da ONU em 2002.

Em 2009 foi condenado a 20 anos de prisão pela tortura e homicídio de quase 200 pessoas. Mrksic foi o responsável por retirar as tropas que guardavam os prisioneiros de guerra croatas, e assim permitir que as forças paramilitares sérvias os torturassem.

Na altura, o tribunal considerou que, apesar de não ter participado ativamente nos homicídios, não fez nada para impedir o massacre.

  • TAP recruta mais assistentes de bordo
    2:40

    Economia

    A TAP assegura que, ainda durante o mês de outubro, os problemas com falta de tripulação vão terminar. Até ao final do ano, vão ser contratados novos assistentes de bordo. Ainda assim, o sindicato diz que não chega.

  • "Facilitámos muito no lance do 5-1 e não pode ser"
    1:09

    Desporto

    No final do jogo, o treinador do Desportivo de Chaves, Luís Castro, admitiu o domínio completo do Sporting durante todo o encontro. Já Jorge Jesus deixou elogios a Daniel Podence, que foi aposta para este jogo. O treinador do Sporting ficou satisfeito com a exibição mas não gostou de sofrer o golo de honra da equipa flaviense.