sicnot

Perfil

País

SATA está a tentar trazer passageiros de avião avariado em Toronto para Portugal

A SATA International disse hoje estar a tentar arranjar soluções para fazer regressar aos Açores os passageiros do avião que teve de aterrar no aeroporto de Toronto logo após a descolagem, na segunda-feira, na sequência de uma avaria.

(Lusa/ Arquivo)

(Lusa/ Arquivo)

(Lusa/ Arquivo)

Alguns passageiros disseram hoje à agência Lusa que um avião da SATA International aterrou na segunda-feira à noite de emergência em Toronto, no Canadá, após ter sido detetado fumo vindo da cabine.

Em declarações hoje à Lusa, uma fonte da companhia disse que o avião não efetuou qualquer aterragem de emergência.

"O avião teve uma avaria técnica e, por razões de segurança, regressou ao aeroporto. Não foi declarada nenhuma aterragem de emergência. Estamos neste momento a arranjar soluções para que a viagem de regresso se efetue", explicou.

A mesma fonte da companhia esclareceu que os passageiros foram contactados pela empresa e alojados em hotéis.

"O que estamos a resolver é o voo para que as pessoas regressem aos Açores. Neste momento, não sabemos quanto tempo ainda vai demorar", salientou, acrescentando que o avião foi entregue à manutenção, que está a fazer a avaliação necessária para que o aparelho volte ao ativo.

Alguns passageiros contaram à Lusa que o avião descolou à hora normal (21:45 de Toronto, 2:45 de Lisboa) e cerca de dez minutos após a descolagem, foram informados pelo piloto de que teriam de aterrar novamente devido a um problema (elétrico).

A aeronave, um Airbus 310 - 225, transportava 192 passageiros e fazia a ligação entre Toronto, no Canadá, e Ponta Delgada, nos Açores.

Ao descolar do Aeroporto Internacional Pearson, segundo relatos de testemunhas, teve de regressar a Toronto, numa altura em que se podia sentir um "cheiro a queimado".

As equipas de emergência estavam junto ao avião após a aterragem, indicou a fonte contactada pela Lusa.

"Quando levantamos voo, senti um cheiro a queimado. Depois, disseram-nos que ia-mos regressar a Toronto, mas nunca nos explicaram concretamente qual era o problema. Esperamos algumas horas e, por fim, informaram-nos de que o voo fora cancelado", explicou Nelson Silva, de Brampton, que viajava para Ponta Delgada, nos Açores, de férias.

O passageiro também lamentou a falta de informação imediata por parte dos responsáveis da companhia aérea açoriana sobre a data do regresso a Portugal.

Lusa

  • Atirador canadiano mata combatente do Daesh a 3,5km de distância

    Mundo

    Um atirador das Forças Especiais do Canadá matou um combatente do Daesh com um tiro disparado a 3,5 quilómetros de distância, no passado mês de maio, no Iraque. O Comando de Operações Especiais canadiano garantiu à BBC que a distância do disparo, realizado com sucesso, é já considerada um recorde na história militar.

  • Revelada a verdadeira identidade de Banksy?

    Cultura

    O músico e produtor Goldie pode ter revelado a identidade do artista mais conhecido por Banksy, durante uma entrevista ao podcast do rapper Scroobius Pip. Goldie referiu Robert Del Naja de forma acidental e os fãs acreditam que a identidade do artista britânico foi finalmente desvendada.

  • "Mãe, por favor, para de dizer asneiras. Não quero que leves um tiro"
    0:51

    Mundo

    O Departamento de Investigação da Polícia do Minnesota divulgou esta sexta-feira um vídeo com imagens de um incidente que levou à morte de um afro-americano pela polícia, nos Estados Unidos da América. Em julho de 2016 um polícia atingiu mortalmente Philando Castile, de 32 anos, durante uma operação de controlo rodoviário. O homem procurava os documentos de identificação quando o polícia disparou quatro tiros. Nas imagens é possível ver o desespero da filha da companheira de Philiando Castile, minutos depois de ter visto o padrasto a morrer. O agente responsável pela morte de Castile foi absolvido pelo Tribunal na semana passada.

  • Depois da "provocação", o acidente em cadeia
    0:43

    Mundo

    Um vídeo de um acidente numa autoestrada em Santa Clarita, na Califórnia (EUA), está a tornar-se viral nas redes sociais. Nas imagens é possível ver um motociclista a dar um pontapé num carro que seguia à sua frente. Como forma de "retribuição", o carro vira na direção da mota mas bate no separador e depois numa carrinha que acabou por capotar. Segundo a imprensa norte-americana o condutor da carrinha foi levado para o hospital com ferimentos ligeiros. Já a pessoa que conduzia a mota seguiu o seu caminho.