sicnot

Perfil

País

Cerimónia de abertura do novo ano judicial a 8 de outubro

O Supremo Tribunal de Justiça (STJ) anunciou hoje que a cerimónia de abertura do novo ano judicial vai realizar-se a 8 de outubro.

"O Supremo Tribunal de Justiça informa que, após a realização dos contactos habituais, a cerimónia solene de abertura do ano judicial terá lugar no dia 8 de Outubro, pelas 15:00", refere uma nota do STJ, sem precisar mais pormenores.

Na quinta-feira passada, a Presidência da República esclareceu que considerou conveniente marcar a abertura solene do ano judicial para "uma data imediatamente subsequente" às eleições legislativas e garantiu que essa data seria anunciada em breve.

O esclarecimento enviado à Lusa sublinhava que a reforma do sistema judiciário determinou que o ano judicial tenha início a 01 de setembro e que "a cerimónia de abertura solene do ano judicial não tem uma data estabelecida por lei".

"Cabendo ao Presidente da República marcar a data da abertura solene e perante a proximidade da campanha para as eleições da Assembleia da República, foi considerado conveniente marcar a cerimónia para uma data imediatamente subsequente à realização do ato eleitoral. Essa data será anunciada em breve", referia a nota.

O esclarecimento de Belém surgiu depois de o chefe de gabinete do presidente do STJ, o juiz Luís Lameiras, ter dito à Lusa que a cerimónia de abertura do ano judicial, que estava prevista para dia 16, tinha sido adiada para "data a designar" por motivos de agenda do Presidente da República.

Lusa

  • CGD terá de reconhecer imparidades e prepara saída de 2 mil funcionários
    2:45

    Caso CGD

    O novo plano estratégico da Caixa está pronto e foi entregue há duas semanas ao Ministério das Finanças. A SIC sabe que está a ser preparada a saída de 2 mil trabalhadores e que o banco terá de reconhecer imparidades. O Expresso diz que a CGD vai fechar o ano com prejuízos que podem chegar aos 3 mil milhões de euros.

  • Jovens do exército russo aderem ao Desafio do Manequim
    1:01

    Mundo

    Na Rússia, o grupo de jovens do exército também já aderiu ao famoso Mannequin Challenge. O vídeo foi divulgado pelo Ministério da Defesa russo. O objetivo é mostrar o dia-a-dia do chamado exército de jovens, cuja principal missão passa por sensibilizar os russos para a necessidade de cumprir o serviço militar obrigatório.