sicnot

Perfil

País

Professores, alunos e pais manifestam-se hoje contras verbas do ensino artístico

Professores, diretores escolares, alunos e encarregados de educação manifestam-se hoje em frente ao Ministério da Educação, em Lisboa, contra as verbas atribuídas às escolas de ensino artístico que obrigam a retirar das turmas crianças que já estavam inscritas.

© Jose Manuel Ribeiro / Reuters

A decisão de realizar um protesto surge depois de as escolas de ensino artístico especializado terem tido conhecimento dos valores que iriam receber do Ministério da Educação e Ciência para garantir a oferta de ensino da música e da dança aos alunos das escolas públicas.

O ministério garante que as verbas atribuídas serão semelhantes às do ano passado (55 milhões de euros), mas os diretores das escolas falam em cortes de financiamento e já começaram a avisar muitos encarregados de educação de que os seus filhos iriam ser retirados das turmas em que estavam inscritos.

Segundo um levantamento feito pela Associação de Estabelecimentos do Ensino Particular e Cooperativo (AEEP) junto de 30% das escolas, há menos 2.519 alunos apoiados em relação ao ano passado.

A polémica em torno do financiamento das escolas de ensino artístico especializado ganhou destaque no final do ano passado, com atrasos nos pagamentos que levaram a manifestações e à decisão do ministério em alterar as regras.

As escolas passaram então a ser todas financiadas pelo Orçamento do Estado (antes a maioria recebia de fundos comunitários) e os concursos para atribuição de verbas passaram a ser trianuais.

Lusa

  • TAP recruta mais assistentes de bordo
    2:40

    Economia

    A TAP assegura que, ainda durante o mês de outubro, os problemas com falta de tripulação vão terminar. Até ao final do ano, vão ser contratados novos assistentes de bordo. Ainda assim, o sindicato diz que não chega.

  • "Facilitámos muito no lance do 5-1 e não pode ser"
    1:09

    Desporto

    No final do jogo, o treinador do Desportivo de Chaves, Luís Castro, admitiu o domínio completo do Sporting durante todo o encontro. Já Jorge Jesus deixou elogios a Daniel Podence, que foi aposta para este jogo. O treinador do Sporting ficou satisfeito com a exibição mas não gostou de sofrer o golo de honra da equipa flaviense.