sicnot

Perfil

País

Quase metade dos candidatos à 2.ª fase do ensino superior não conseguiu vaga

Quase metade dos candidatos ficaram fora das universidades e politécnicos públicos na 2.ª fase do concurso nacional de acesso, que registou 18.250 candidatos, mas apenas 9.410 colocados, de acordo com dados divulgados hoje pela Direção-Geral do Ensino Superior (DGES).

© Marcelo del Pozo / Reuters

Segundo os números da tutela, entre o total de candidatos havia 5.810 que não se te tinham candidatado à 1.ª fase, 4.366 que não foram colocados na 1.ª fase, 1.980 colocados na 1.ª fase que não se matricularam e 6.094 candidatos colocados na 1.ª fase e que concretizaram a matrícula.

"Para a segunda fase, o número de vagas colocadas a concurso foi de 13.387, às quais acresceram 1.779 vagas libertadas por candidatos colocados e matriculados na primeira fase que foram agora colocados na segunda fase. Na segunda fase do concurso não foram ocupadas 5.836 vagas", refere uma nota do Ministério da Educação e Ciência.

Apesar das milhares de vagas que sobraram, os dados da DGES revelam que 8.840 alunos não conseguiram lugar na 2.ª fase.

Os resultados da 2.ª fase estão disponíveis desde hoje para consulta no portal da DGES em http://www.dges.mctes.pt e na aplicação ES Acesso para dispositivos móveis nas plataformas IOS e Android.

Os mais de nove mil colocados na 2.ª fase têm entre 24 e 28 de setembro para se matricularem na instituição e curso eu que conseguiram lugar.

Caberá agora às instituições decidir se querem levar a concurso para uma 3.ª fase as vagas que sobraram da 2.ª fase e aquelas que eventualmente não sejam ocupadas por não se concretizar a matrícula.

A candidatura à 3.ª fase decorre entre 01 e 05 de outubro através do portal da DGES. No dia 01 a DGES divulga a lista com as vagas disponíveis para cada instituição e curso.

Lusa

  • "Nobel é um incentivo para toda uma nação"
    1:19

    Mundo

    O Presidente da Colômbia Juan Manuel dos Santos recebeu ao início da tarde na Noruega o prémio pelo trabalho que desenvolveu junto das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia, FARC. As cerimónias são este sábado e marcadas pela ausência do Nobel da Literatura, Bob Dylan.

  • Os negócios menos claros do filho de Pinto da Costa
    1:55

    Football Leaks

    Com o escândalo dos agentes de futebol a dar que falar, o Expresso revela este sábado os negócios menos claros do filho de Pinto da Costa. O nome da empresa de que é administrador, a Energy Soccer, surge na investigação em transferências de jogadores que envolvem o Futebol Clube do Porto num conflito de interesses.

  • Sol e calor ficam para o Natal
    1:50

    País

    Com o Natal à porta, o sol teima em ficar um pouco por todo o país. Até a norte as temperaturas estão altas para esta época do ano com o distrito do Porto a rondar os 18 graus.

  • A história da guerra em Alepo
    7:43
  • Uma "cidade fantasma" na Letónia
    3:10