sicnot

Perfil

País

Associação 25 de Abril estupefacta com ausência de Cavaco das comemorações do 5 de Outubro

A Associação 25 de Abril mostrou-se hoje "estupefacta" com a decisão do Presidente da República, Cavaco Silva, de não marcar presença na segunda-feira nas comemorações oficiais do 5 de Outubro, acusando-o de ter "medo de assumir publicamente as suas decisões".

MIGUEL A. LOPES

"O Presidente da República não vai participar nas comemorações oficiais do 5 de Outubro. Tudo estaria correto se o 5 de Outubro não correspondesse ao dia da implantação da República em Portugal. Assistimos estupefactos à negação por parte do mais alto magistrado da Nação Republicana da razão e causa da sua própria existência", lê-se num comunicado assinado pelo presidente da Associação 25 de Abril, Vasco Lourenço, publicado na página oficial daquela entidade na rede social Facebook.

Vasco Lourenço recorda que "dizem os jornais que ele faz o que faz porque não quer comentar as eleições do dia anterior".

"Mas, se ele já disse publicamente que sabe o que vai fazer, a seguir às eleições, mesmo antes de estas se realizarem", indigna-se.

O 'capitão de Abril' só encontra uma justificação: "Medo, de assumir pública e frontalmente as suas decisões".

"Se for esse o caso, abra-se, desde já, uma subscrição para lhe 'comprar um cão'. Por mim, contribuirei com um tostão furado", refere.

Fonte oficial de Belém disse na quinta-feira à Lusa que o Presidente da República, Aníbal Cavaco Silva, não estará presente na cerimónia do 05 de Outubro, porque terá de "se concentrar na reflexão sobre as decisões que terá de tomar nos próximos dias.

A cerimónia solene da comemoração do 105.º aniversário da Implantação da República decorrerá no Salão Nobre do edifício dos Paços do Concelho e será presidida pela Presidente da Assembleia da República.

Desde que o dia da Implantação da República deixou de ser feriado, este será o primeiro ano que se irá comemorar num dia útil e será o dia seguinte às eleições legislativas.

Lusa

  • Salgado impedido de sair do país e de contactar outros arguidos
    1:21

    Operação Marquês

    O ex-presidente do BES, Ricardo Salgado, ficou esta quarta-feira impedido de se ausentar para o estrangeiro sem autorização prévia e proibido de contactar com os arguidos da Operação Marquês, determinou o Tribunal Central de Instrução Criminal. O jornalista da SIC Luís Garriapa esteve no TCIC, onde deu a conhecer as medidas de coação, depois de uma "longa maratona de nove horas".

  • Temperatura global de 2016 foi a mais alta desde 1880

    Mundo

    A temperatura média na superfície terrestre e oceânica em 2016 foi a mais alta desde 1880, no terceiro ano consecutivo de recordes do aquecimento global, anunciou esta quarta-feira a agência dos Estados Unidos para a atmosfera e os oceanos.

  • CIA desvenda segredos de quase 50 anos de História

    Mundo

    A CIA publicou online quase 12 milhões de documentos confidenciais. Basta uma ligação à Internet para navegar por entre 50 anos de relatórios outrora secretos. Entre os milhões de páginas, estão documentos sobre um eventual assassínio de Fidel Castro, detalhes sobre os crimes de guerra nazis, relatórios sobre avistamentos de OVNI e um estudo sobre telepatia denominado "Projeto Star Gate".

  • Cadela sobrevive após engolir faca de cozinha

    Mundo

    Na Escócia, uma história de sobrevivência, no mínimo, bicuda. Uma cadela engoliu uma faca de cozinha com mais de 20 centímetros, manteve-a dentro de si durante algumas semanas mas sobreviveu, depois de ser operada de urgência..