sicnot

Perfil

País

Cinco desaparecidos e dois resgatados vivos em naufrágio na Figueira da Foz

Cinco pessoas estavam desaparecidas às 21:00 desta terça-feira após um naufrágio na Figueira da Foz e outras duas foram resgatadas com vida, disse à agência Lusa fonte dos bombeiros voluntários locais.

PAULO NOVAIS / Lusa

Um arrastão com mais de 20 metros naufragou às 19:15 de hoje à entrada do porto da Figueira da Foz.

Às 21:00 estavam cerca de duas dezenas de pessoas no molhe sul do porto, que criticavam veementemente a falta de uma operação de salvamento no mar.

No rio Mondego esteve e ainda se mantém uma lancha da Polícia Marítima e uma mota de água, que resgatou os dois sobreviventes.

A Marinha garantiu entretanto à Lusa que ativou um meio aéreo e o navio de patrulha oceânico para auxiliar a tripulação da embarcação que naufragou à entrada do porto da Figueira da Foz. Cerca das 21:00, o meio aéreo tinha chegado ao local.

Segundo o porta-voz da Marinha, comandante Paulo Vicente, a "embarcação [que naufragou] está num sítio inacessível e ninguém consegue alcançá-la" devido às condições do mar.

"Está a chegar um meio aéreo e o navio de patrulha oceânico 'Figueira da Foz'", disse antes à Lusa o porta-voz da Marinha, explicando que vários meios, incluindo motas de água, tentaram alcançar o local onde a embarcação naufragou, mas sem sucesso devido à agitação marítima.

De acordo com testemunhas oculares, surfistas que estavam na praia interior do molhe sul, o "Cabedelinho", disseram que estariam cinco a seis pessoas numa balsa de salvamento e dois pescadores agarrados ao casco do arrastão que se virou a poucas dezenas de metros do molhe sul.

Lusa

  • Enfermeiros especialistas em saúde materna retomam protesto 

    País

    Os enfermeiros especialistas em saúde materna e obstetrícia voltam quinta-feira de manhã a interromper as funções especializadas, o que pode afetar blocos de parto e maternidades. Queixam-se de "falta de resposta política adequada" e "ausência de acordos sérios".

  • Cristas vaiada em bairro de Chelas
    1:44

    Autárquicas 2017

    Assunção Cristas promete mudanças na Gebalis, a empresa municipal que gere os bairros sociais em Lisboa. Esta manhã, a candidata do CDS à câmara visitou um bairro de Chelas, onde foi vaiada por alguns populares.

  • Prestação da casa aumenta pela primeira vez desde 2014
    1:17

    Economia

    Pela primeira vez em três anos, as taxas de juro do crédito à habitação, estão a subir. A subida é de apenas 1 euro, mas é a primeira desde 2014, depois de em maio deste ano ter estabilizado e em junho ter descido. A justificação para este aumento é a evolução das taxas euribor.

  • "Em vez de ajudarem, estavam a tirar fotos dela a morrer"
    1:13