sicnot

Perfil

País

Sessão de abertura de ano judicial assinala despedida de ministra da Justiça

A sessão solene de abertura do Ano Judicial realiza-se, pela primeira vez, em outubro em resultado da nova organização judiciária, e só não se efetuou a 16 de setembro por motivos de agenda do Presidente da República, Cavaco Silva.

JO\303\203O RELVAS


Com o adiamento para hoje, a sessão solene, que decorre no Supremo Tribunal de Justiça, em Lisboa, acabou por se efetuar quatro dias após as eleições legislativas de domingo, desconhecendo-se ainda o nome do futuro ministro da Justiça.

Caberá à ministra em exercício, Paula Teixeira da Cruz, intervir na cerimónia em representação do primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, aguardando-se também os habituais discursos do chefe de Estado, do presidente do Supremo Tribunal de Justiça, Henriques Gaspar, da Procuradora-geral da República, Joana Marques Vidal, e da bastonária da Ordem dos Advogados, Elina Fraga.

Numa altura em que o país aguarda a formação do novo governo e em que já se sabe que Paula Teixeira da Cruz não tenciona continuar na pasta, a cerimónia de abertura do ano judicial ocorre sem haver certezas sobre a futura política de justiça.

Estatuto dos magistrados, novo mapa judiciário, defesas oficiais, sistema informático Citius, défice de funcionários judiciais, obras nos tribunais, morosidade processual, criminalidade económica e combate à corrupção deverão ser temas aflorados pelos intervenientes.

  • Magistrados acusam ministra da Justiça de querer controlar poder judicial
    1:53

    País

    "Quem tem medo do Ministério Público?" O sindicato dos magistrados do Ministério Público faz a pergunta e diz que é o executivo. Acusa Paula Teixeira da Cruz e o secretário de Estado da Justiça de deslealdade, má fé e vontade de controlar politicamente o Ministério Público, principalmente a Procuradoria e o DCIAP.

  • Sismo de magnitude 4,0 provoca um morto em Nápoles

    Mundo

    Um sismo de magnitude 4,0 na escala de Richter atingiu esta segunda-feira a ilha de Ísquia no golfo de Nápoles, no mar Tirreno, no sul de Itália. De acordo com o jornal La Stampa uma mulher terá morrido e dois feridos estarão em perigo de vida.

  • A easyJet não está a oferecer bilhetes no Facebook. Cuidado, é uma burla

    País

    Se esteve no Facebook nos últimos dias, provavelmente reparou na oferta de dois bilhetes para uma viagem da easyJet, a propósito do 22.º aniversário da companhia aérea britânica. Uma viagem para dois tinha tudo para correr bem, não fosse um esquema de burla, criado para obter os dados pessoais dos utilizadores que partilham a publicação na rede social.

  • Brasileiros procuram Portugal
    3:59

    País

    Viver em Portugal é hoje em dia um grande sonho da classe média brasileira. De acordo com o Ministério dos Negócios Estrangeiros, só em 2016, o número de vistos de residência aumentarem em mais de 30%. A língua, a segurança e a qualidade de vida são as razões apontadas para a mudança. Todos os dias, no consulado português no Rio de Janeiro, para a obtenção de vistos.

  • Big Ben em silêncio durante quatro anos
    2:15

    Mundo

    Esta segunda-feira ficou marcada pelas últimas badaladas dos famosos sinos do Big Ben, em Londres, no Reino Unido. A torre, na qual está instalada o relógio mais famoso do mundo, vai entrar em obras e os sinos só vão voltar a tocar em 2021.

  • Garrafa lançada ao mar em Rhodes recebe resposta de Gaza
    1:43

    Mundo

    A história parece de filme, mas aconteceu numa praia de Gaza. Um casal britânico lançou uma garrafa com uma mensagem ao mar, em julho, na ilha grega de Rhodes. A garrafa foi encontrada por um pescador numa praia de Gaza, que aproveitou para enviar a resposta, na qual falou sobre as restrições impostas por Israel.