sicnot

Perfil

País

Porto da Figueira da Foz reaberto seis dias após naufrágio

Depois de terminadas as buscas pelos pescadores vítimas de naufrágio na terça-feira, o porto da Figueira da Foz foi reaberto esta manhã. Ontem, ainda de forma condicionada, saíram os navios retidos no interior do porto e hoje, ao meio-dia e meia, foi dada autorização para entrada e saída de embarcações.

No arrastão Olívia Ribau naufragado no dia 6, à entrada do porto da Figueira da Foz, seguiam sete pescadores.

No arrastão Olívia Ribau naufragado no dia 6, à entrada do porto da Figueira da Foz, seguiam sete pescadores.

PAULO NOVAIS / Lusa

Ao largo esperavam seis cargueiros há vários dias para entrar no porto comercial. Dois deles traziam mercadorias para descarregar os restantes pretendiam carregar os respectivos contentores.

Assim que foi dada a luz verde à navegação, foram várias embarcações de pesca e algumas de recreio que começaram a circular no canal de acesso ao mar. A maioria em direção ao alto mar.

O porto esteve encerrado seis dias depois de o arrastão Olívia Ribau ter naufragado na terça-feira quando regressava da faina. A bordo seguiam sete tripulantes. Dois sobreviveram, mas os restantes cinco perderam a vida.

  • Caixa multibanco assaltada em Portugal a cada dois dias
    2:43

    País

    O semanário Expresso conta que a mulher que morreu vítima de um disparo de agentes da PSP foi atingida pelas costas. O caso está a ser investigado pela PJ, que procura encaixar as peças da noite que acabou com uma morte inocente mas que começou com uma perseguição a um grupo de assaltantes de um multibanco. Assaltos que são cada vez mais comuns e que preocupam o Governo. A cada dois dias, uma caixa é assaltada.

  • Metro de Lisboa vai reduzir consumo de água

    País

    O Metro de Lisboa colocou em prática um programa para reduzir o consumo de água devido à situação de seca em Portugal, respondendo assim ao apelo do Ministério do Ambiente, segundo um comunicado divulgado este sábado.