sicnot

Perfil

País

Madeira sob aviso laranja devido à previsão de chuva e trovoadas

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) elevou hoje de amarelo para laranja o aviso de mau tempo para o arquipélago da Madeira devido à previsão de chuva forte e trovoada.

(Arquivo AP)

(Arquivo AP)

Eric Risberg

De acordo com o instituto, o arquipélago da Madeira vai estar sob aviso laranja entre as 12:00 e as 20:59 de hoje devido à previsão de períodos de chuva ou aguaceiros por vezes fortes e acompanhados de trovoadas.

O aviso laranja é o segundo mais grave de uma escala de quatro e refere-se a uma situação meteorológica "de risco moderado a elevado".

O IPMA prevê para hoje na Madeira céu geralmente muito nublado, períodos de chuva ou aguaceiros, que poderão ser por vezes fortes e acompanhados de trovoada a partir do meio da manhã.

Está também previsto vento moderado a forte do quadrante sul, com rajadas da ordem de 60 quilómetros por hora, soprando forte com rajadas até aos 80 quilómetros por hora nas terras altas a partir do final da manhã e pequena subida da temperatura mínima.

As temperaturas no Funchal vão oscilar entre os 19 e os 25 graus Celsius.

Lusa

  • "Não podemos fazer de Lisboa uma cidade para turistas"
    2:44

    Opinião

    Miguel Sousa Tavares analisou esta segunda-feira, no Jornal da Noite da SIC, o mandato de Fernando Medina na Câmara de Lisboa. O comentador da SIC defendeu que o autarca tem "muitos problemas por resolver" e que a Câmara tem investido "mais na recuperação de zonas em que os lisboetas praticamente não conseguem ir". Sousa Tavares disse ainda que Lisboa não pode ser uma cidade para turistas.

    Miguel Sousa Tavares

  • "Putin é uma ameaça maior do que o Daesh"
    0:24

    Mundo

    O senador norte-americano John McCain atacou Vladimir Putin dizendo que é uma ameaça maior do que o Daesh. O antigo candidato à Casa Branca acusa a Rússia de querer destruir a democracia ao tentar manipular o resultado das presidenciais dos Estados Unidos.

  • "É muito importante ceder à tentação de se abolir a liberdade"
    1:06