sicnot

Perfil

País

Proteção Civil lança alerta por chuva e vento forte

A Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) lançou hoje um aviso à população de chuva e vento forte entre sábado e segunda-feira, sobretudo no litoral, centro e sul, que poderão provocar inundações e lençóis de água.

JOSE COELHO

Segundo a Proteção Civil, prevê-se "precipitação pontualmente intensa com acumulados que poderão chegar os 60mm/12h", que se estende a todo o território continental, e "vento moderado a forte de quadrante sul (30-50km/h) com rajadas que poderão chegar aos 70km/h", sendo que nas terras altas soprará com intensidade a variar entre os 50-70km/h com possibilidade de ocorrência de rajadas que poderão atingir os 120km/h.

Entre os efeitos possíveis da chuva e vento forte, a ANPC alertou para a possibilidade de cheias rápidas nas cidades, inundações por transbordo de linhas de água nas zonas historicamente mais vulneráveis e inundações de estruturas urbanas subterrâneas com deficiências de drenagem, danos em estruturas montadas ou suspensas, queda de ramos ou árvores, devido ao vento mais forte, e piso rodoviário escorregadio com possível formação de lençóis de água.

"O eventual impacto destes efeitos pode ser minimizado, sobretudo através da adoção de comportamentos adequados", afirmou a Proteção Civil, em comunicado, destacando as zonas historicamente mais vulneráveis, onde recomenda a observação e divulgação das principais medidas de autoproteção para estas situações.

A ANPC apela à população para que garanta "a desobstrução dos sistemas de escoamento das águas pluviais", retirando objetos que possam ser arrastados ou criem obstáculos ao livre escoamento das águas.

A Proteção Civil recomenda uma condução defensiva e que não sejam atravessadas zonas inundadas, de modo a precaver o arrastamento de pessoas ou viaturas para buracos no pavimento ou caixas de esgoto abertas.

Para precaver do vento forte, a ANPC aconselha uma adequada fixação de estruturas soltas e um especial cuidado na circulação e permanência junto de áreas arborizadas, pois é possível ocorrer queda de ramos e árvores.

Entre outras medidas preventivas, a Proteção Civil avisa a população para "ter especial cuidado na circulação junto da orla costeira e zonas ribeirinhas historicamente mais vulneráveis a galgamentos costeiros".

Além disso, pede para que se evite a circulação e permanência nestes locais, assim como "não praticar atividades relacionadas com o mar, nomeadamente pesca desportiva, desportos náuticos e passeios à beira-mar", evitando ainda o estacionamento de veículos na orla marítima.

O aviso à população para precipitação e vento forte foi feito às 14:00 de hoje, após um contacto com o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), no Comando Nacional de Operações de Socorro (CNOS) da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC).

Lusa

  • Chuva e vento forte no fim de semana

    País

    Portugal continental vai estar, no sábado, sob aviso amarelo devido à previsão de chuva forte acompanhada de trovoada e rajadas de vento que podem chegar aos 100 km/hora, informou o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

  • Não há risco de colapso do viaduto de Alcântara
    1:35

    País

    O desvio de um pilar do viaduto de Alcântara obrigou esta quarta-feira ao corte do trânsito e da circulação de comboios da linha de Cascais. O estrago terá sido provocado por um camião que embateu na estrutura. A circulação ferroviária foi retomada a meio da manhã, mas o viaduto só será reaberto esta quinta-feira.

  • Suspeito de homicídio à porta do Luanda foi ouvido em tribunal e ficou em preventiva
    1:36

    País

    O suspeito de ser o autor dos disparos que mataram um jovem junto à discoteca Luanda foi ouvido em tribunal e ficou em prisão preventiva. Segundo a investigação, tudo terá começado com um mero desacato, ainda dentro da discoteca, onde a vítima e o detido foram filmados a discutir. O homem de 23 anos está indiciado por dois crimes de homicídio, um na forma tentada.

  • Romeu e Julieta nasceram no mesmo dia e no mesmo hospital

    Mundo

    Na Carolina do Sul, nos EUA, dois bebés tinham o parto marcado para 26 de março mas decidiram nascer mais cedo: exatamente no mesmo dia, apenas com uma diferença de 18 horas. Os pais não se conheciam e, curiosamente, deram o nome aos recém nascidos de Romeo e Juliet (em português, Romeu e Julieta).

  • Gelo nos polos recua para recordes mínimos

    Mundo

    A extensão de gelo polar dos oceanos Ártico e Antártico atingiu recordes mínimos a 13 de fevereiro, perdendo o equivalente a uma área maior do que o México, informou esta quarta-feira a agência espacial norte-americana NASA.

  • Túmulo de Jesus Cristo restaurado

    Mundo

    Após 10 meses de obras de restauro, o túmulo onde Jesus Cristo terá sido sepultado foi esta quarta-feira revelado numa cerimónia na igreja do Santo Sepulcro, em Jerusalém.