sicnot

Perfil

País

Desalojados de incêndio na Ribeira do Porto vão ter casa, diz vereador

Galeria de fotos

O vereador da Proteção Civil da Câmara do Porto garantiu que os inquilinos desalojados do incêndio que deflagrou hoje num edifício da Ribeira, naquela cidade, vão ter casa, e os residentes insistem em manter-se a morar na zona.

Lusa

Lusa

RICARDO CASTELO

Lusa

Lusa

RICARDO CASTELO

Lusa

Lusa

RICARDO CASTELO

Lusa

Lusa

RICARDO CASTELO

Um incêndio deflagrou hoje pelas 11:53, num edifício de quatro andares da Rua Cimo do Muro, na Ribeira do Porto.

"Nunca ninguém ficará sem casa", declarou à Lusa o vereador da Proteção Civil do Porto, Manuel Sampaio Pimental, acrescentando que vai falar com a Segurança Social e seguir os procedimentos normais numa situação de realojamento.

O responsável disse que não havia vítimas até ao momento em que prestava as declarações, apenas "danos materiais".

"Não vou ficar na rua, aí não vou não! Têm de me dar uma casa na Ribeira", exprimia Joana Monteiro, em lágrimas, depois de ver a sua casa, onde morava com a irmã e a mãe, incendiada com os pertences destruídos.

Também Noémia Campos, 79 anos, assegurava que a mãe de 89 anos, que morava no terceiro andar do edifício que ardeu hoje, tinha ficado sem casa e pedia à Câmara do Porto para que fosse encontrada uma solução habitacional na zona da Ribeira.

"A minha mãe não sai daqui, não vai para bairros com droga. A minha mãe nasceu aqui e fica aqui a morar", declarava Noémia, chorosa.

Os prédios contíguos ao edifício de quatro andares que ardeu hoje na Ribeira foram evacuados por precaução, informou o vereador da Proteção Civil, acrescentando que os bombeiros estavam a proceder à limpeza de "entulho" que existia no primeiro andar do prédio e que dificultou o combate às chamas.

A causa do incêndio ainda está por apurar, mas uma das locatárias do prédio afirmou à Lusa que o incêndio poderá ter tido origem na explosão do quadro elétrico do primeiro piso do imóvel.

O combate às chamas foi complicado por causa dos edifícios serem antigos e de difícil acesso, referiu o vereador da Proteção Civil.

O alerta do incêndio foi dado as 11.53 e às 14.33 estava na "fase de rescaldo", confirmou à Lusa fonte dos Sapadores de Bombeiros do Porto.

Lusa

  • Costa desvaloriza ameaça e mantém planos de visita a Angola
    2:27

    Economia

    O governo angolano reagiu duramente à acusação do Ministério público portugues contra o vice-presidente de Angola. Luanda diz que a acusação é um sério ataque à República de Angola que pode perturbar as relações entre os dois paises. António Costa desvaloriza a ameaça e mantém os planos de uma visita a Angola na primavera.

  • Ferro Rodrigues desvaloriza críticas do CDS
    3:24

    Caso CGD

    Marcelo Rebelo de Sousa fez questão de receber em público Ferro Rodrigues antes de um almoço com o presidente da Assembleia da República. O Presidente também recebeu a representante do CDS-PP, Assunção Cristas, que foi apresentar queixa de Ferro Rodrigues e da maioria de esqueda em relação à comissão de inquérito da Caixa Geral de Depósitos. Ferro Rodrigues desvalorizou as críticas.

  • Brasil já tirou o "pé do chão"
    1:59

    Mundo

    Já começaram os desfiles e festas de carnaval, no Rio de Janeiro.Esta sexta feira foi o início oficial das celebrações com centenas de milhar de pessoas nas ruas até de madrugada.

  • Luaty Beirão agredido em manifestação em Luanda
    1:27

    Mundo

    Luanda tem sido palco de várias manifestações contra a forma como está a decorrer o processo eleitoral em Angola. Esta sexta-feira, uma dessas manifestações acabou em confrontos com as autoridades. Entre os manifestantes estava o ativista Luaty Beirão.

  • Regime de Pyongyang nega envolvimento na morte de Kim Jong-nam 
    1:53

    Mundo

    A polícia da Malásia diz que o irmão do líder da Coreia do Norte foi morto com uma arma química. Os investigadores encontraram vestígios de gás VX no corpo de Kim Jong-nam, um gás letal proibido pelas convenções internacionais. O Governo da Coreia do Sul pediu esta sexta-feira ao regime de Pyongyang que admita que está por detrás da morte de Kim Jong-nam mas o mesmo já veio negar o envolvimento no assassinato. 

  • Atores de Hollywood contra Trump
    1:44

    Mundo

    Centenas de pessoas juntaram-se em mais um protesto contra o presidente dos Estados Unidos. A manifestação, em Beverly Hills, juntou várias estrelas de Hollywood.