sicnot

Perfil

País

Companheiros de luta de Luaty Beirão pedem para que cesse a greve de fome

Os 14 jovens ativistas angolanos detidos pedem a Luaty Beirão para terminar a greve de fome porque "precisam dele vivo" para "continuarem a luta" disse hoje à Lusa o ativista Rafael Marques que os visitou a todos.

Luaty Beirão, músico luso-angolano, de 33 anos, cumpre hoje o 31.º dia de greve de fome em protesto contra a prisão a que o grupo de ativistas está sujeito desde junho, depois de acusados de tentativa de golpe de Estado.

"Eles pedem que o Luaty regresse para o seu meio, como líder moral, como indivíduo a quem olham com bastante respeito, que volte com saúde e que volte com vida", relatou à agência Lusa o ativista Rafael Marques, que visitou os 14 presos na cadeia de São Pulo, em Luanda, tendo depois transmitido as mensagens a Luaty Beirão, que se encontra internado numa clínica da capital angolana.

Rafael Marques disse à Lusa que recolheu mensagens dos 14 jovens e que as levou a Luaty, "para que ele, sem pressão, ouça a voz ouça a voz dos seus companheiros de causa, dos seus companheiros de prisão, aquilo que eles pensam que devem de ser os próximos passos".

Rafael Marques conseguiu uma autorização para visitar hoje os detidos, "por questões humanitárias".

"Coube-me apenas, na minha qualidade de defensor dos direitos humanos, ouvir os detidos, o que eles pensam da greve de fome. O Luaty quer voltar para junto deles e manter a greve. Eu ouvi-os, tirei notas e eles próprios escreveram pelo seu punho qual é o seu posicionamento e fui transmitir as opiniões de cada um ao Luaty", relata o autor do livro "Diamantes de Sangue", em contacto telefónico a partir de Lisboa.

Rafael Marques adiantou que, exceto Nelson Dibango, que escreveu na nota que "se o Luaty continuar com a greve de fome ele entrará novamente em greve de fome", depois de já ter cumprido 10 dias, "todos os outros são unânimes e até diziam que se tivessem essa permissão iriam à clínica 'e pedir de joelhos'" para Luaty desistir, "porque precisam dele vivo e com saúde e de gizar estratégias" todos juntos.

"Nós não estamos aqui a falar de pessoas que estão a fazer pressão para que ele cesse a greve de fome. Estamos a falar daqueles com quem ele compartilha ideias e por quem ele está a sofrer e por quem ele quer continuar a sofrer - que são estes bravos jovens que continuam detidos", frisou Rafael Marques, também alvo de um processo judicial em Angola.

O jornalista e ativista recebeu autorização por parte das autoridades angolanas para falar com todos os detidos, incluindo Luaty Beirão, que se encontra internado na Clínica Girassol, em Luanda, e que manifestou na quarta-feira vontade em continuar a greve de fome no Hospital Prisão de São Paulo, onde se encontram os 14 companheiros, considerados como "prisioneiros de consciência" pela Amnistia Internacional.

"Por uma questão humanitária, tive a permissão para falar com todos os detidos e também para abordar algumas questões relacionadas com a segurança e com as condições carcerárias destes. Penso que é importante reconhecer este gesto e continuar a trabalhar, para que, apesar de termos posições diferentes e na maioria das vezes antagónicas, possamos compreender que estamos a falar do direito à vida", concluiu Rafael Marques.

Lusa

  • França e Rússia criam grupo de trabalho contra o terrorismo
    1:00

    Mundo

    França e Rússia vão criar um grupo de trabalho para lutar contra o terrorismo. A proposta partiu do Presidentre francês e foi anunciada por Vladimir Putin. Na conferência de imprensa conjunta, o Presidente russo explicou que ambos falaram também da Coreia do Norte.    

  • Obrigada a vir dos EUA, de 3 em 3 semanas, para ver o filho
    2:00
  • Marcelo diz que Europa não deve contar com benevolência dos aliados 
    1:19

    País

    O Presidente da República concorda com Angela Merkel, que este domingo defendeu que a Europa já não pode confiar a 100% nos países aliados. Numa conferência sobre o futuro da Europa, Marcelo Rebelo de Sousa defendeu que a União Europeia tem de assumir responsabilidades e protagonismo e não pode contar com a iniciativa e a benevolência dos aliados.

  • Novos casos de tuberculose caíram para metade

    País

    Portugal reduziu para metade o número de novos casos de tuberculose entre 2000 e 2016, segundo um relatório hoje divulgado, que mostra que, no ano passado, a taxa de incidência da doença foi de 18 por 100 mil habitantes.

  • Julgamento de Pedro Dias só deve começar após as férias judiciais
    2:59

    País

    O Tribunal da Guarda vai juntar o homicídio de Liliane Pinto ao processo principal dos crimes de Aguiar da Beira. Pedro Dias será interrogado em julho, mas o julgamento só deve começar depois das férias judiciais. No interrogatório judicial de 10 de novembro do ano passado, Pedro Dias ficou em silêncio.

  • Angola confirma pela 1ª vez que José Eduardo dos Santos está em Espanha por motivos de saúde

    Mundo

    É a primeira vez que o governo de Luanda admite, oficialmente, que o Presidente José Eduardo dos Santos sentiu-se mal e está a receber assistência médica em Espanha. Com 74 anos, os últimos 38 como Presidente de Angola, José Eduardo dos Santos tem feito visitas regulares a Barcelona para efetuar exames médicos, mas nem uma palavra sobre as suspeitas de que o Chefe de Estado angolano teria sofrido um AVC recentemente.

  • Merkel sugere que a Europa já não pode contar com aliados como os EUA
    1:45

    Mundo

    Depois das cimeiras do G7 e da NATO,e sem nunca mencionar Donald Trump, a chanceler alemã diz que é tempo de cada país tomar conta do próprio destino. As declarações de Angela Merkel foram feitas em Munique numa ação de campanha da CDU e evidenciam incómodo em relação às posições manifestadas pelos EUA.

  • Bombeiro alvejado durante assalto em Buenos Aires
    1:07

    Mundo

    A polícia argentina está a investigar o assalto e a agressão a tiro a um bombeiro em Buenos Aires. O homem de 30 anos foi atacado por três jovens, o momento foi captado pelas câmaras de videovigilância. As imagens mostram o exato momento em que o bombeiro foi atacado pelo grupo, perto de um quiosque de alimentação automático. De acordo com as informações disponíveis, a vítima terá sido alvejada seis vezes.