sicnot

Perfil

País

Mortes de crianças até um ano atingiram em 2014 valor mais baixo desde 2009, indica INE

O número de mortes de crianças com menos de um ano tem vindo a descer em Portugal, totalizando 231 óbitos em 2014, o valor mais baixo desde 2009, segundo dados divulgados hoje pelo Instituto Nacional de Estatística (INE).

Reuters/Arquivo

Reuters/Arquivo

© Cheryl Ravelo / Reuters

Segundo a publicação do INE "Estatísticas Demográficas 2014", em 2009 foram registados 362 óbitos de crianças com menos de um ano, número que desceu para 256 em 2010, mas que voltou a subir no ano seguinte para 302 e para 303 em 2012. Em 2013 tornou a cair, situando-se nos 244.

A taxa de mortalidade infantil desceu ligeiramente em 2014, com 2,8 óbitos de crianças no primeiro ano de vida por cada mil nados-vivos, face ao ano anterior (2,9).

Em termos evolutivos, a taxa de mortalidade infantil baixou de 3,6 para 2,5 crianças por mil nados vivos de 2009 para 2010, mas subiu em 2011 para 3,1 e para 3,4 em 2012, tendo voltado a cair nos dois anos seguintes.

Já a taxa de mortalidade perinatal [número de óbitos fetais de 28 ou mais semanas e óbitos de nados vivos com menos de sete dias] subiu ligeiramente de 3,4 em 2013 para 3,7 em 2014.

A taxa de mortalidade neonatal (número de óbitos de crianças com menos de 28 dias de idade observado durante um determinado período de tempo) também subiu ligeiramente de 1,9 em 2013 para 2,1 em 2014, assim como a taxa de mortalidade fetal tardia que passou de 2,2 para 2,3 respetivamente.

As "Estatísticas Demográficas" analisam também a nupcialidade em Portugal, verificando que em 2014 se manteve a tendência decrescente do número de casamentos e atingiu mesmo o valor mais baixo desde 2009, 31.170 casamento, menos 828 face ao ano anterior.

Segundo os dados, em 2009 realizaram-se 40.391 matrimónios, número que baixou para 39.993 em 2010, para 36.035 no ano seguinte, para 34.423 em 2012 e 31.998 em 2013.

A idade média ao primeiro casamento continuou a aumentar, situando-se em 30,6 anos para as mulheres e em 32,1 anos para os homens.

Lusa

  • Trump desafia Oprah a candidatar-se para ser "derrotada como todos os outros"

    Mundo

    Apesar de Oprah Winfrey ter excluído uma eventual candidatura às eleições presidenciais dos Estados Unidos da América, Donald Trump ainda não se esqueceu dos rumores e desafiou a apresentadora a candidatar-se em 2020. Através do Twitter, o Presidente norte-americano disse ainda que assim poderia ser "exposta e derrotada como todos os outros".

    SIC

  • Mulher enterrada viva no Brasil
    1:13

    Mundo

    Uma mulher de 37 anos terá sido enterrada viva no oeste da Bahia, no Brasil. A certidão de óbito aponta um choque séptico como a causa da morte, mas os ferimentos com que foi encontrada no interior do caixão indicam um possível erro. Os moradores de casas vizinhas do cemitério municipal onde Rosângela dos Santos foi enterrada ouviram gritos vindos do túmulo.

  • António Guterres, "o governante mais amado desde sempre em democracia"
    2:27

    País

    António Guterres foi distinguido com o grau de honoris causa pela Universidade de Lisboa. A cerimónia decorreu esta manhã e contou com a presença do Presidente da República e do primeiro-ministro. Marcelo Rebelo de Sousa sublinhou que Guterres foi o governante mais amado da democracia portuguesa.