sicnot

Perfil

País

Chuva mantém-se em Portugal continental

A chuva vai manter-se em Portugal nos próximos dias, segundo a meteorologia, mas sem situações de alerta para o continente e ilhas, depois do mau tempo que afetou o Algarve no fim de semana passado.

As chuvas intensas que atingiram o Algarve no domingo passado, provocaram inundações em vários concelhos, nomeadamente em Loulé, Albufeira, Portimão, Olhão e Silves, sendo um dos casos mais problemáticos em Albufeira, onde a Proteção Civil teve de retirar pessoas de habitações e estabelecimentos comerciais inundados, havendo também a registar um morto em Boliqueime.

O mau tempo levou mesmo o presidente da câmara de Albufeira a pedir, na segunda-feira, que fosse decretado o estado de calamidade pública para o concelho, devido aos "danos elevados" provocados pelas inundações de domingo no concelho.

Para hoje, o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) prevê céu geralmente muito nublado, com períodos de chuva, sendo em geral fraca na região sul.

Também o vento será fraco a moderado (10 a 30 km/h), do quadrante sul, sendo do quadrante oeste na região sul até ao início da manhã, soprando por vezes moderado a forte (30 a 45 km/h) nas terras altas.

Para a zona da grande Lisboa, o IPMA prevê céu geralmente muito nublado, com possibilidade de ocorrência de períodos de chuva fraca. O vento tende a soprar em geral fraco (inferior a 20 km/h), do quadrante sul, tornando-se moderado (20 a 30 km/h) a partir da tarde.

Na área do grande Porto o céu vai estar muito nublado ou encoberto, com abertas a partir do meio da manhã. Estão previstos também períodos de chuva, diminuindo de intensidade e frequência a partir do final da manhã, com vento fraco a moderado (10 a 30 km/h) do quadrante sul.

Quanto ao estado do mar, na costa ocidental estão previstas ondas de noroeste com 1,5 a 2,5 metros, enquanto na costa sul as ondas vão ser de sudoeste, também com 1,5 a 2,5 metros, diminuindo gradualmente para 1 a 1,5 metros.

Em relação às temperaturas, em Lisboa estas vão oscilar entre 12 e 19 graus Celsius, no Porto entre 15 e 18, em Braga entre 13 e 19, em Viana do Castelo entre 14 e 19, em Vila Real entre 14 e 19, em Bragança e Viseu entre 10 e 14, em Coimbra entre 14 e 18, em Leiria entre 14 e 20, na Guarda entre 8 e 11, em Castelo Branco entre 11 e 17, em Santarém entre 11 e 20, em Évora entre 10 e 19, em Beja entre 11 e 20, em Faro entre 14 e 20, no Funchal entre 17 e 23, em Angra do Heroísmo e Santa Cruz entre 13 e 19.

Lusa

  • O fim do julgamento do caso BPN, seis anos depois
    2:26

    País

    O antigo presidente do BPN José Oliveira Costa tentou adiar o fim do julgamento principal do caso com um recurso para o Tribunal Constitucional. Apesar disso, a leitura do acórdão continua marcada para esta quarta-feira, quase seis anos e meio depois de os 15 arguidos se terem sentado pela primeira vez no banco dos réus.

  • José Oliveira Costa, o rosto do buraco financeiro do BPN
    3:04

    País

    José Oliveira Costa foi o homem forte do BPN durante 10 anos e tornou-se o rosto do gigantesco buraco financeiro. Manteve-se em silêncio durante todo o julgamento, mas falou aos deputados da comissão de inquérito, para negar qualquer envolvimento no escândalo que fez ruir o BPN.

  • Saída do Procedimento por Défice Excessivo marca debate no Parlamento
    1:40
  • Filhos tentam anular casamento de pai de 101 anos

    País

    O casamento de um homem de 101 anos com uma mulher com metade da idade, em Bragança, está a ser contestado judicialmente pelos filhos do idoso, que acusam aquela que era empregada da família de querer ser herdeira.