sicnot

Perfil

País

Feira Popular de Lisboa vai funcionar em Carnide como parque urbano com 20 hectares

A Feira Popular de Lisboa vai mudar-se para Carnide e funcionar como um parque urbano de 20 hectares, um projeto "muito ambicioso" que a Câmara de Lisboa quer abrir "o mais rápido possível", foi hoje anunciado.

(Arquivo)

(Arquivo)

© Hannibal Hanschke / Reuters

"Este não vai ser só um local de divertimento, vai ser um grande parque de lazer com 20 hectares, quatro vezes maior" do que era a feira em Entrecampos, onde deixou de funcionar há mais de dez anos, afirmou o presidente do município lisboeta, Fernando Medina (PS).

O responsável especificou que a nova Feira Popular vai estar na "zona imediatamente contígua à estação de metro da Pontinha", com acessos à Segunda Circular, à CRIL e ao IC19.

"É local de excelência para todos", salientou.

Questionado sobre prazos, o responsável indicou que "este não é o momento para determinar e apresentar um calendário", frisando, contudo, que o objetivo é abrir a feira "o mais cedo possível".

"Vamos fazer tudo para que, gradualmente, venha a ser de usufruto da cidade e dos lisboetas", garantiu.

O autarca, que falava em conferência de imprensa nos Paços do Concelho, em Lisboa, acrescentou que esta é uma forma também de "requalificar esta zona da cidade e dar-lhe a regeneração que tanto precisa".

Segundo Fernando Medina, a "terceira casa" da Feira Popular será "diferente" da anterior, já que funcionará num "local muito maior" e terá muito mais espaços verdes.

Lusa

  • "Nos últimos 14 anos alertámos que este dia iria voltar"
    3:50

    País

    O vice-presidente da Câmara de Mação diz que se sente humilhado com o recurso a meios espanhóis para o combate ao fogo no concelho. Em entrevista à SIC, António Louro, que é também engenheiro florestal, critica os vários governos e afirma que nada disto teria acontecido se tivessem ouvido os apelos desesperados da autarquia depois do incêndio que, em 2003, destruiu grande parte do concelho.

  • Marcelo lembra ditadura para deixar elogios à liberdade de imprensa e separação de poderes
    0:29
  • André Ventura rejeita acusações de xenofobia
    1:27

    País

    O candidato do PSD à Câmara de Loures diz que tocou num tema que as pessoas queriam discutir. Entrevistado na SIC Notícias, André Ventura insiste que as declarações que fez sobre a comunidade cigana não são xenófobas ou racistas.

  • Rajoy nega conhecimento de financiamentos ilegais no PP

    Mundo

    O primeiro-ministro espanhol negou hoje ter conhecimento de um esquema ilegal de financiamento, que envolve vários responsáveis do Partido Popular (PP, direita), que lidera. Durante uma audição no tribunal, Mariano Rajoy garantiu ainda que não aceitou nenhum pagamento ilícito.